Publicidade

Estado de Minas Investimento em Inovação

Polo Automotivo da Fiat se moderniza para produzir a Nova Strada

Dando continuidade ao plano de investimentos no Brasil, a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) cria novas áreas de desenvolvimento para produzir uma nova geração de veículos


Fiat
Conteúdo patrocinado
Fiat
postado em 11/09/2020 16:54 / atualizado em 11/09/2020 16:54

Vista aérea do Polo Automotivo Fiat(foto: Leo Lara)
Vista aérea do Polo Automotivo Fiat (foto: Leo Lara)

 
Quem vê um lançamento de um modelo no mercado automotivo não imagina o esforço que foi feito até o momento do carro chegar à concessionária. São alguns anos de desenvolvimento, muito empenho de profissionais envolvidos e um volume de investimentos significativo. 

Com a Nova Fiat Strada não foi diferente. Para que a segunda geração da picape chegasse ao mercado, a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) investiu pesado na modernização do Polo Automotivo de Betim, implantando novas áreas de desenvolvimento de design, projeto, engenharia e qualidade. 

“Estamos em meio ao maior ciclo de investimentos de nossa empresa em Minas Gerais, capacitando nossas pessoas, desenvolvendo competências, aprimorando a Manufatura 4.0, ampliando a cadeia de fornecedores, fortalecendo nossos concessionários e reforçando nossa ligação com os consumidores e a sociedade”, destaca o presidente da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) para a América Latina, Antonio Filosa. 


Antonio Filosa, presidente da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) para a América Latina(foto: Leo Lara)
Antonio Filosa, presidente da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) para a América Latina (foto: Leo Lara)

Novas tecnologias para novos modelos


De olho na demanda dos consumidores, que querem carros cada vez mais seguros e conectados, que possibilitem interação, diversão, navegação e praticidade no dia a dia, a FCA investe pesado no desenvolvimento de novas tecnologias e sistemas. Para isso, o grupo conta agora com 100% de autonomia na América Latina para o desenvolvimento de novos produtos.

“Desde sua primeira geração, a Strada foi um produto pensado para ser aquilo que o consumidor brasileiro esperava: um veículo robusto, de ótimo desempenho e segurança, visando o uso misto entre lazer e trabalho e com uma caçamba e capacidade de carga grandes. Esses fortes pilares contribuíram para fazer dela uma picape de enorme sucesso e continuam sendo a base da Nova Strada. O sucesso de hoje vem sendo aprimorado ano a ano”, afirma Márcio Tonani, diretor de Desenvolvimento de Produto da FCA para a América Latina.


Márcio Tonani, diretor de Desenvolvimento de Produto da FCA para a América Latina(foto: Leo Lara)
Márcio Tonani, diretor de Desenvolvimento de Produto da FCA para a América Latina (foto: Leo Lara)

Uma das novas áreas implantadas foi o Safety Center. Inaugurado em 2019, foi peça fundamental para completar o Centro de Pesquisa & Desenvolvimento Giovanni Agnelli, que passou a ter condição de projetar um veículo do início ao fim, dominando todas as etapas. 

“A Nova Strada foi o primeiro veículo que homologamos no Safety Center. Em termos de segurança, a nova geração foi pensada também para a proteção aos pedestres, em caso de um eventual acidente”, explica Tonani.

Marco importante no processo produtivo da FCA, o Safety Center conta com uma área de 7,6 mil metros quadrados e pista de 130 metros de extensão, com capacidade de realização de testes de impacto de até 4 toneladas a 100km/h. Ali são realizadas provas físicas que avaliam a estrutura do automóvel, a calibração dos airbags e os sistemas de retenção dos ocupantes. 

Com isso, a FCA produz carros cada vez mais conectados à segurança dos usuários. O Safety Center contribui para a melhoria e agilidade no desenvolvimento de projetos, mantendo os níveis de segurança exigidos internacionalmente. O novo espaço também coloca a empresa em posição privilegiada diante dos requisitos que virão dentro do programa Rota 2030.


No Safety Center são realizadas provas físicas que avaliam a estrutura do automóvel(foto: Leo Lara)
No Safety Center são realizadas provas físicas que avaliam a estrutura do automóvel (foto: Leo Lara)


Ali são realizados testes de impacto frontal, posterior e lateral contra barreiras rígidas e postes, com provas de padrão internacional, abrangendo todas as homologações e testes de agências independentes não governamentais. Com o novo ambiente, a FCA ganha autonomia e reduz o tempo de desenvolvimento dos automóveis. 

A Nova Strada também foi o primeiro veículo a fazer uso das tecnologias avançadas do Virtual Center Latam. Mais de 90% do desenvolvimento da Nova Fiat Strada ocorreu na realidade virtual, com simulações de durabilidade, ruído, vibração, conforto térmico, aerodinâmica e segurança, dentre outros pontos.

O Virtual Center Latam tem três ambientes. A Sala de Realidade Virtual conta com um software de última geração para criar modelos digitais imersivos. Por meio de uma tela de 150 polegadas com tecnologia 3D ativa, é possível visualizar detalhadamente a carroceria e todos os componentes do carro. 


Na Sala Integrada, a realidade virtual é em 4D e as interações são feitas a partir de um cockpit adaptável, composto por chassi, bancos dianteiro e traseiro, painel, console e volante. Com óculos de realidade virtual imersivo, integrado ao sistema wireless, se tem a sensação de estar dentro do carro e de interagir com o veículo. 

No terceiro ambiente, a Oficina, tem início a construção dos modelos físicos e os cálculos certificados na Sala de Realidade Virtual e na Sala Integrada começam a ganhar vida. 

O Virtual Center Latam conta também com a tecnologia de Realidade Aumentada (AR), sendo possível projetar em uma carroceria os elementos das partes interna e externa do veículo. As dimensões são detalhadamente calculadas por meio de um scanner para garantir 100% de assertividade na interação entre o físico e o virtual.


Virtual Center Latam: mais de 90% do desenvolvimento da Nova Fiat Strada ocorreu na realidade virtual(foto: Leo Lara)
Virtual Center Latam: mais de 90% do desenvolvimento da Nova Fiat Strada ocorreu na realidade virtual (foto: Leo Lara)


Inovação no design

 
Líder absoluta da categoria há 20 anos e reconhecida ao longo de sua história pela versatilidade, qualidade, confiança e robustez, a Nova Strada evoluiu seus atributos e inovou também no design. Com influência italiana, sendo ao mesmo tempo funcional e emocional, todo o desenvolvimento foi realizado no FCA Design Center Latam, localizado no Polo Automotivo Fiat, em Betim.
 
“Com nossa equipe de User Experience Design (UX-Design) fomos antes conhecer as aspirações e sonhos dos nossos clientes e observamos como usam uma picape Strada. Perguntamos sobre o uso diário, vários tipos de profissões, homens, mulheres, para ter uma boa indicação de que tipo de produto criar”, explica Peter Fassbender, diretor do FCA Design Center Latam.
 

Peter Fassbender, diretor do FCA Design Center Latam(foto: Leo Lara)
Peter Fassbender, diretor do FCA Design Center Latam (foto: Leo Lara)
 
As informações e insights obtidos são processados no maior estúdio de design automotivo da América Latina, que conta com cerca de 150 profissionais, responsáveis pela criação de novos projetos. 
 
Esta área nasceu como Centro Estilo Fiat do Brasil em 2002 e durante 17 anos de atividades promoveu o desenvolvimento de mais de 15 novos modelos e oito carros-conceito da marca Fiat. Mas, atualmente, o Design Center é multimarcas e desenvolve projetos para as marcas Fiat, Jeep e RAM para a América Latina.
 
“Estamos sempre à procura de novas ideias e soluções criativas, capazes de fazer evoluir os vários brands e de surpreender os nossos clientes com produtos atraentes”, diz Fassbender. “Quando colocamos pessoas talentosas juntas em um único espaço, coisas incríveis acontecem. É um enorme prazer ver todos os dias os desenhos e ideias desse time, cuja capacidade criativa foi várias vezes premiada no Brasil e no exterior”, acrescenta.
 
Os projetos resultam da soma de talento e recursos tecnológicos de última geração. A base é o conhecimento das marcas e a capacidade de expressar as ideias em desenhos e modelos 3D.
 
Um dos destaques da estrutura do Design Center é o laboratório User Experience (UX), que usa simuladores para testar as soluções de interfaces e conectividade, além de permitir análises do design interno e externo dos veículos. Com essas ferramentas e o uso intensivo de Realidade Virtual, é possível entender como o usuário vai interagir com o carro e, assim, buscar as melhores soluções no desenvolvimento de sistemas.
 

UX Lab Design(foto: Leo Lara)
UX Lab Design (foto: Leo Lara)
 
 
Na Sala Virtual do Design Center, um PowerWall 4k permite visualizar o veículo em tamanho real até os detalhes específicos de textura. Próximo a esses ambientes fica o Showroom, onde ocorrem as apresentações das várias fases dos projetos em desenvolvimento, até a aprovação final. 
 
Os modelos feitos em massa clay (argila sintética para modelagem industrial) ficam no espaço denominado Integrated, onde equipes de design e engenharia interagem para o desenvolvimento de novos modelos, que depois serão prototipados, testados e validados.
 
Este encontro de talento e tecnologia conferiu à Nova Strada forte identidade própria e uma impressão visual de presença muito marcante. O desafio era combinar a robustez característica da picape com um desenho que transmitisse confiança, força e contemporaneidade, de forte inspiração italiana e de beleza marcante. 
 
“Conseguimos chegar a uma boa proporção de formas e volumes e o resultado final ficou muito diferenciado e com a personalidade que a Nova Strada merece”, comenta Fassbender. 


Conexão, a palavra-chave


A diretoria de Portfólio, Pesquisa e Inteligência Competitiva da FCA é responsável pelo desenvolvimento e conceituação de novos produtos, ouvindo principalmente o consumidor e reunindo neste processo todas as áreas que vão fazer parte do desenvolvimento do produto e da proposta de valor. 

Nesta etapa, são sintetizadas todas as demandas dos consumidores, insights e oportunidades, captados por meio de pesquisas de mercado, perfis de clientes e análise de tendências, que orientarão os times de Engenharia e Design, entre outras áreas, na criação do futuro lançamento.

O desenvolvimento da Nova Fiat Strada também começou assim e, durante a evolução da conceituação, ficou claro que, além dos atributos relacionados a robustez e design, a conectividade é uma das principais demandas de valor buscada atualmente. 

“O consumidor está cada vez mais digital e quer veículos mais inteligentes, que sejam verdadeiros smartphones sobre rodas”, explica o diretor de Portfólio, Pesquisa e Inteligência Competitiva da FCA para a América Latina, Breno Kamei.


Breno Kamei, diretor de Portfólio, Pesquisa e Inteligência Competitiva da FCA para a América Latina(foto: Leo Lara)
Breno Kamei, diretor de Portfólio, Pesquisa e Inteligência Competitiva da FCA para a América Latina (foto: Leo Lara)

A partir desta constatação, o time do Polo Automotivo Fiat se mobilizou para o desenvolvimento da nova central multimídia UConnect, que está presente na Nova Strada e traz como pioneirismo a conexão sem fio para Apple Carplay e Android Auto. Resultado de mais de três anos de desenvolvimento, com envolvimento das áreas de Produto, Engenharia, Qualidade, Design, Análise Competitiva, Pesquisa de Mercado e User 
Experience da FCA Latam, além de diversos fornecedores estratégicos, a nova central é de alta performance, personalizável e fácil de usar, permitindo conectar dois celulares simultâneos por meio de bluetooth e configurar até cinco perfis diferentes. Além do Brasil, terá aplicação global, em diferentes marcas do grupo FCA.

“No carro, a transformação digital tem como ponto de partida a central multimídia. É na central multimídia que acontece a integração do carro com as mais avançadas tecnologias”, acrescenta Kamei.
 
No projeto de modernização do Polo Automotivo Fiat, o processo de desenvolvimento de produtos ganhou uma área própria. É o HUB FCA, um espaço colaborativo com uma área de 400 metros quadrados na planta de Betim, no qual funcionários de diversas áreas da empresa e parceiros trocam ideias sobre novas tendências e modelos de trabalho. 
 

HUB / Polo Automotivo Fiat (foto: Divulgação/FCA)
HUB / Polo Automotivo Fiat (foto: Divulgação/FCA)
 
 
“O HUB FCA é o ponto de encontro de pessoas, gerações e culturas, inspirado em uma estrutura de rede, sempre com o olhar atento às tendências do consumidor. Surgiu da necessidade de repensar a forma como trabalhamos internamente nosso planejamento não só do produto, mas do conceito de experiência”, relata Breno Kamei.

No HUB FCA existem duas formas de trabalho - uma estruturada e outra não-estruturada. Na primeira, a interação com outras empresas e startups ocorre de forma planejada, a partir de métodos e processos bem definidos.  Na forma não-estruturada o objetivo é dar oportunidade ao acaso e ser surpreendido pelo desconhecido. 
 
O objetivo é provocar o sistema a pensar e fazer diferente, trazendo mais agilidade para a organização e explorando diferentes formas de trabalhar e de enxergar o futuro da indústria.

Uma das importantes áreas de atuação do HUB é a conectividade, na qual o carro é visto como uma plataforma aberta de desenvolvimento, trazendo soluções que vão promover transformações na vida do consumidor, tornando mais simples as tarefas cotidianas. 

“O mundo é plural e tem vozes diversas. O HUB FCA traz uma velocidade de reação e de aprendizado mais próximo daquilo que nosso consumidor espera”, conclui Kamei.

HUB / Polo Automotivo Fiat(foto: Divulgação/FCA)
HUB / Polo Automotivo Fiat (foto: Divulgação/FCA)


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade