Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Brasil

A questão da compra de vacinas


04/06/2021 04:00

Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha – ES

“O coronavírus subitamente surgiu quando o Brasil iniciava o alçar voo. Foi e continua terrível. A toque de caixa, contrariando o curso normal, surgiram as vacinas atropelando a maturação natural. Vacina da Pfizer foi oferecida, de difícil conservação e ainda sem aprovação da Anvisa e Bolsonaro, prudentemente, recusou. Se ele tivesse aceitado menos vítimas teriam acontecido, mas o presidente seria passível de impeachment pela compra sem o aval do Legislativo. Hoje a maior crítica a Bolsonaro é à tardia adesão à aquisição de vacinas. Se lá atrás aceitasse as condições da Pfizer, seria criticado e passível de impeachment e, agora é criticado pela demora. A situação de Bolsonaro se encaixa perfeitamente no conhecido adágio popular ‘se correr o bicho pega, se ficar, come’.”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade