Publicidade

Estado de Minas Corrupção

Desgaste nas decisões jurídicas


30/04/2021 04:00





Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha  – ES
  
"Os atuais ministros do STF, com raras exceções, ignoram a Constituição gerando insegurança jurídica e bagunçando o país ao exercer funções executivas e legislativas. Foi escandalosa a decisão de inocentar o contumaz corrupto e desmoralizar a operação que desbaratou a corrupção de proeminentes empresários e políticos, até então intocáveis, certos da impunidade. No bojo das decisões prevaleceu a parcialidade com objetivos escusos claramente percebidos até pelos leigos em leis. Foi uma inversão de valores. Há uma forma de resgatar a dignidade dos atuais membros e o respeito ao STF e à opinião pública, se é que isso seja possível. Será renunciar ao cargo de ministro, abdicando dos vencimentos posteriores e sair de fininho, mas antes restaurar a nefasta consequência da parcialidade ao condenando corrupto inocentado e do ex-juiz tido como parcial nas condenações. Será também a tentativa de restabelecer a segurança jurídica causada pelas dúbias decisões que provocaram a insegurança jurídica."

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade