Publicidade

Estado de Minas BH

Nostalgia num gole de cerveja


postado em 15/03/2020 04:00

Ystawns Vilas Boas
Belo Horizonte

“Tudo bem! Afinal, estava hospedado no coração boêmio de Belo Horizonte, na prestigiada Savassi e não poderia perder a oportunidade, depois de meus afazeres, de tomar uma merecida e estupidamente gelada cerveja. Sentindo-me em casa, me acomodei em um bar perto da Praça da Liberdade. Seria cômico se não fosse trágico, me ofereceram a cerveja Cacildis ou a Belorizontina. Escolhi a Cacildis e daí em diante fui saboreando-a noite adentro. Como é de saber notório, algumas pessoas foram internadas e outras morreram depois de beber a cerveja Belorizontina, por suspeita de intoxicação por dietilenoglicol. Meus sentimentos! Hoje, pensando no assunto e passado alguns poucos meses, reflito no que me levou a escolher a Cacildis em vez da Belorizontina, que poderia colocar minha vida em risco. No rótulo da cerveja Cacildis tem a foto do Mussum. Personagem humorístico que faz parte da minha infância e de muita gente também. Mussum era do quarteto Os Trapalhões, marcante pela simpatia, genialidade, bom humor, pelos grandes desfechos hilários e, é claro, pelo bordão 'Cacildis'. Foi um tempo áureo, de quando podíamos brincar com outros pirralhos na rua. Um tempo em que as pessoas pareciam mais humanas e solidárias, que as conversas eram olho no olho, o contato era mais próximo e verdadeiro. Simplesmente pura e boa nostalgia.”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade