Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas POLíTICA

O Poder Executivo e as reformas


postado em 16/02/2020 04:00

Eliana França Leme
Campinas – SP

“Bolsonaro usa as mãos para fazer gesto de arminha, mas lava as mãos para as reformas importantes, como a administrativa e a tributária. Quer o bônus, mas não o ônus. E assim foi com a reforma da Previdência, que atrapalhou o quanto pôde, mas hoje, depois de aprovada pelo Congresso, fatura os louros da vitória sozinho. Agora, o mesmo se repete com a reforma administrativa, uma reforma complexa e desgastante. Bolsonaro não quer saber de desgaste político; quer que este fique com os parlamentares. O mesmo vai acontecer com a reforma tributária. É o jogo do empurra-empurra. Mas cabe ao Executivo propor e ao Legislativo emendar e aprovar. Se Bolsonaro não cumprir sua função com medo de perder popularidade, três anos antes das eleições presidenciais, como imaginar que este país possa crescer e se desenvolver? Pode colocar quantos militares quiser no poder que isso não muda os entraves que impedem o progresso do país. Que sina a do brasileiro, que nunca consegue eleger um estadista. Elege só populistas e esses podem ter cartaz junto à população, mas jamais a beneficia. Será sempre esse o nosso destino?”  

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade