Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

O discurso anticomunista de Goebbels se repete


postado em 23/01/2020 04:00 / atualizado em 22/01/2020 19:15

Antonio Negrão de Sá
Rio de Janeiro

“Em nova confusão, o governo Bolsonaro se envolve com Goebbels, ministro de propaganda de Hitler. Goebbles se notabilizou como o mais competente mentiroso da história, levando o mundo para uma tragédia. Criou um inimigo ameaçador a todos, o comunismo, e levou Hitler ao poder.
Há muita hipocrisia na elite que o sucedeu no mundo, principalmente nos Estados Unidos, pois herdaram e aplicaram essa escola. A mentira do anticomunismo continuou até o fim da União Soviética. Fez uma pausa e se criou outro mito: o terrorismo.
Trump e Bolsonaro são produtos dessa mentira, essência da escola de Goebbels. A demissão do secretário nacional da Cultura confirma a mentira em que vive a política brasileira. Bolsonaro nunca escondeu sua identidade com o fascismo e o nazismo. É apoiado pela direita tradicional para se contrapor ao petismo (o novo comunismo) e para conduzir a política econômica neoliberal, de interesse da Globo, bancos e empresários.”


Publicidade