Continue lendo os seus conteúdos favoritos.
Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas JEQUITINHONHA

Muitos nomes e muitos %u2018causos%u2019 numa cidade

Josevan Ursine Fudoli Belo Horizonte


postado em 11/09/2019 04:00

"Araçuaí, quase sesquicentenária, no Vale do Jequitinhonha, é imantada. Visitar esse local é conhecer 'causos', é amor à primeira vista. Que o diga o saudoso seu Pepino, italiano, que foi lá a negócio, em 1939, conheceu dona Vanja, com quem se casou e tiveram nove filhos, com nomes incríveis: Josevan(José + Van), Navesó (Josevan, da direita para a esquerda, tirando o 'j'), Vanjosé e Jovansé (três sílabas de Jo-se-van, mudadas de posição), Janovés (todas as letras de Josevan, sem ordem), Carmélia, uma das filhas, que deu origem à Carliame, Liacarme e Mecárlia, brincando com as três sílabas de Car-mé-lia. Entretanto, não era apenas seu Pepino que tinha essa mania de nomes. O Sr. Epaminondas Fulgêncio, nascido em Araçuaí, teve 11 filhos, cujas iniciais formam, em acróstico, seu próprio nome. Emília, Pedro Aguinaldo Fulgêncio, saudoso ex-diretor dos Diários Associados em Minas, Aderbal, Maria Lídia, Ivan Fulgêncio, Nilza, Orozimbo, Nivalda, Décio Fulgêncio, famoso criminalista, Ademar e Sílvia. Já que estamos falando de curiosidade, o pai de uma amiga, Ivone, grita 'Brasillll', com as letras iniciais dos nomes de seus filhos: Berenice, Roberto, Alencar, Sílvio, Ivone, Lauro, Laura, Luciano, Leonardo e Lúcio. O sesquicentenário de Araçuaí, terra das Araras Grandes, será dia 21 de setembro de 2021. Venham!"


Publicidade