Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 20/06/2019 04:11

 

 




cartas:

EXEMPLOS
Leitor explica o país
no Terceiro Mundo

Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha – ES

"No Brasil, infelizmente, na política e no futebol as atitudes dos partidos e dos torcedores são semelhantes. Na oposição, os partidos políticos são contra quem detém o poder, mesmo cientes de prejudicar o país. Exemplo: a reforma da Previdência, quando é fundamental a união em prol do bem coletivo. No futebol, os torcedores não são adversários, são inimigos, quando o espírito esportivo é o congraçamento dos povos, respeito entre vencidos e vencedores. Nos EUA, nas eleições os candidatos são adversários, mas unidos pelo bem do país, após a eleição, enquanto, no Brasil, ocorre o inverso. Daí sermos um país de Terceiro Mundo."

Governo
Bolsonaro e
os militares

Hernani  José de Castro
São Gonçalo do Rio Abaixo – MG   

"Em 1964, os militares prestaram inestimável serviço para toda a América Latina. Estancando as portas pela implantação do perigoso sistema, já em decadência, comunista. E assim, evitavam a troca das cores nacionais pela cor carmim. O que me faz pensar. O Brasil ter mais de duas décadas 'encaixando' o que se evitou naquela data, quando se exigiu a saída do então presidente João Goulart da cadeira–mor. No entanto, desde o primeiro dia deste ano, o eleito presidente Bolsonaro, precisando de mais 'forças' para levar adiante o intento de 1964, inclusive afastando os malefícios da tragédia a ser implantada, não conta com a 'ajuda' daqueles que se comportaram com nacionalismo. Dizem em golpe militar, mas na verdade apenas evitaram uma catástrofe venezuelana. Deveriam, para deleite de todos, procurar 'afastar' essas feras que continuam medrando os brasileiros, mostrando estar por cima de tudo e de todos."


POLÍTICA
Assinante elogia
editorial do EM

Múcio Batista de Souza
Belo Horizonte

"Como sempre, é brilhante o editorial do Estado de Minas de 12/6/2019, que trata das medidas contra a corrupção adotadas pelo Ministério Público (MP) e apoiadas, incondicionalmente, pelo competente, honrado e então juiz Sérgio Moro. A corrupção que, lamentavelmente, ocorre em muitos países, tanto nas administrações públicas como nos mais variados ramos de atividades, aqui, no Brasil, aumentou assustadora e descaradamente a partir da administração petista iniciada em 2003. Muitos bilhões de reais foram desviados, tanto de empresas públicas como do próprio orçamento da União. Obviamente, o responsável maior por tantos absurdos é o hoje presidiário ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e sua sucessora, Dilma Rousseff, que, curiosamente, foi protegida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, que presidiu o julgamento do impeachment da então presidente e aceitou a condição dela de, se cassada, não perder seus direitos políticos. O que chama a atenção é que os petistas se calaram naquela oportunidade. Agora, embora o MP tenha investigado mais de quatro centenas de políticos de vários partidos, e a Justiça tenha condenado quase duas centenas dos investigados, petistas entendem que seu líder maior foi e é um perseguido político. O próprio Lula se diz o homem mais honesto deste mundo, o que seus alienados seguidores acreditam ser verdade. Condenado em primeira instância a nove anos e poucos meses de prisão, teve sua pena aumentada na segunda instância para 12 anos e um mês. Recentemente, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reduziu sua pena para pouco mais de 10 anos, reconhecendo sua culpabilidade, nada havendo, portanto, de perseguição política." 





INTERNET


Saiba quem foi Edi, a mulher que morreu após passar mal durante protestos em BH
"Não morreu pela inalação, mas talvez pelo estresse provocado por esses arruaceiros. Enfim, não estavam trabalhando, mas perturbando."
. Dourado

"Que Deus conforte a família e amigos."
. Alexandre Nardelli

"Esse laudo do Risoleta merece ser revisado de trás pra frente. Afirmar que a fumaça não teve relação com a morte é, no mínimo, estranhíssimo..."
. Chico Neto

"Ela não faleceu pela intoxicação, mas com certeza foi em consequência. Deve ter ficado preocupada, assustada e isso mexeu com o emocional. Essas manifestações esdrúxulas têm que acabar. Se você não quer trabalhar, tudo bem, é um direito seu, mas deixe quem quer ir. Onde está o direito de ir e vir?"
. Magno

"Tem que investigar quem estava fazendo os protestos, além de julgar e condenar por assassinato."
. Murilo Andrade Marçal

.Sem poder se aposentar, ex-mulher de Bolsonaro ganha cargo na Alerj
"Quando é que o brasileiro vai ‘abrir os olhos’ e deixar que o suor de seu trabalho gasto em impostos sustente tantos parasitas nos cabides de empregos dos chamados ‘cargos comissionados’ de livre nomeação? É por isso que não há dinheiro que baste para tantas despesas."
. O. N.

"Eu votei no Bolsonaro, mas nunca vou aceitar cargo comissionado. Infelizmente, todos os partidos têm disso."
.Alma

"Pessoas do bem merecem empregos dignos, sim!"
.Sebastião



FACEBOOK

Saiba quem foi Edi, a mulher que morreu após passar mal durante protestos em BH
"Abafar o caso dizendo que não foi culpa de quem colocou fogo nos pneus não vai resolver a vida da família, que está sofrendo. Lamentável..."
. Fred Cesar Gouvêa

"A situação vivenciada por ela desencadeou o ocorrido. Caso contrário, ainda estaria viva."
. Gerber Aridis

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade