Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 20/05/2019 04:05

Emendas
Interesse do povo ou moeda de troca?


Luciano Leal
Belo Horizonte

“Emendas parlamentares individuais são propostas proferidas pelos deputados, cada um deles, ou por senadores, para o respectivo orçamento do governo e existem exclusivamente para obras e investimentos na infraestrutura em seus redutos eleitorais. Essas emendas seriam ‘moeda de troca’ capaz de garantir ao Executivo o apoio dos parlamentares em decisões cruciais. Com tamanha facilidade de obtê-las, os parlamentares beneficiados aplicariam realmente sua totalidade em suas bases eleitorais ou parte delas seria desviada? Por tudo que vem acontecendo, em matéria de corrupção, tenho dúvidas, já que não conheço deputado ou senador pobre. Convido o leitor meditar a respeito.”

Apuração
Investigação de todos os políticos


Marco Antonio Esteves Balbi
Botafogo – RJ

“Não tenho bandido de estimação. Assim, espero que se apure tudo relativo ao senador Flávio Bolsonaro e seus assessores. Se forem culpados, que passem pelo devido processo legal. Só não entendo por que os outros 30 deputados da Alerj não estão sendo investigados junto com os assessores. Será que é porque não têm um sobrenome famoso?”

ATLÉTICO
É ‘Independência’ ou morte


Tarcísio P. Ferreira
Belo Horizonte

“Como torcedor, fiquei estarrecido como a diretoria do Atlético em optar por jogar no Mineirão, num pleno domingo (12), Dia das Mães. É incompetência ou ganância? Os resultados, ambos foram desastrosos para o Galo: em campo, 2x0 para o Palmeiras e renda pífia de pouco mais de R$ 500 mil, com cerca de 24 mil torcedores. Será que até hoje a diretoria não percebeu que no Independência, como diz o Jaeci, a torcida ‘funga no cangote do adversário’ e o time se supera. Exemplo irretorquível foi o jogo da Copa do Brasil, contra o Santos, reconhecidamente um time estruturado e sério candidato aos títulos que disputar. Com Patric, Fábio Santos e assemelhados, o Atlético cresceu e até mesmo mereceu a vitória. Chega de trapalhadas. É Independência
ou morte.”

Lideranças
Olhos voltados para o Brasil


Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha – ES

“O Brasil é sui generis. Temos 13,4 milhões desempregados, 64 milhões com nome sujo, caos na infraestrutura e nos serviços básicos. É crescente o déficit público, somos o único país democrático na face da Terra com dois ex-presidentes presos e dois sofreram impeachment, mas torramos R$ 2,6 bilhões em fundos políticos e nossos deputados relutam em controlar a Previdência e colocam o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) brando com a corrupção. Até quando nossos líderes vão menosprezar o Brasil?”

 


Publicidade