Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 16/03/2019 05:14

 





cartas




investigações
Sobre tribunais,
juízes e funcionários

Mário A. Dente  
São Paulo

 "No Brasil, há milhares de juízes e de tribunais, mas apenas o excelentíssimo Sérgio Moro e a Lava-Jato descobrem os trambiques, desvios e roubos do dinheiro dos contribuintes. O que fazem os demais e outras instituições, incluindo o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que nunca acham nada, a não ser seus altos salários, férias e adendos. Todos tribunais de Contas deveriam ser fechados, funcionários e juízes demitidos e suas aposentadorias canceladas. Além da redução desses gastos, acrescentar aluguel ou venda dos prédios."
 
GOVERNO
O Brasil não é
para principiantes

Elias Menezes
Belo Horizonte

"Democracia é uma realidade posta desde 1988, processo iniciado com a eleição de Tancredo Neves. Com a nova Constituição, poderes harmônicos e independentes e atuação livre da imprensa. Toda a discussão acerca do mérito da fala do presidente da República, aí se esgota. O que não parece se esgotar é o ciclo de bobagens propagadas por Bolsonaro, logo em seguida amenizadas por figuras notáveis como Mourão, Augusto Heleno e Onyx Lorenzoni. Enquanto isso, pautas de fato relevantes não recebem o devido tratamento que merecem, como as reformas previdenciária, tributária, penal, processual e o alcunhado pacote 'anticrime', uma rediscussão do pacto federativo, a questão da sustentabilidade do nível de gastos públicos, e outras tantas. Falta de bom senso do mandatário máximo do país? Inexistência de qualquer assessoria minimamente profissionalizada? Certo é que, parafraseando Tom Jobim, a Presidência da República não é para principiantes."
 
LIBERTADORES
Torcedor ataca desempenho do Galo
 
Tarcísio P. Ferreira
Belo Horizonte

"A diretoria do Atlético só perde em decisões infelizes para a anterior. Há algum tempo, optou por desprezar a Copa Sul-Americana, cujo título, relativamente fácil de ser obtido, colocaria o time direto na fase de grupos da Libertadores da América. Agora, o ilustre sr. presidente do Atlético, contrariando todas as expectativas e opiniões sensatas, como a do cronista Joeci, do Estado de Minas, levou o jogo do Galo contra o Cerro Portenho, na semana passada, para o Mineirão. Decisão motivada apenas pela possibilidade de faturar alguns reais a mais, porém colocando em risco a melhor possibilidade de vitória. Não deu outra. Vitória do Cerro Portenho. E não venham me dizer que o Atlético jogou mais, que teve maior posse de bola, que foi prejudicado pela arbitragem e outras desculpas esfarrapadas. No Mineirão, o time estranha as dimensões do campo, a velocidade que a bola toma em função do gramado e direção predominante do vento, luminosidade e distância da torcida. No Independência, o time conhece não apenas as dimensões do campo, mas também as saliências ou depressões do gramado, enfim, tudo que pode influir no rendimento geral. E mais, a torcida, sempre vibrante, fica bem perto e 'funga' no cangote do adversário, que de certa forma acaba atemorizado. Com esse time medíocre, onde vicejam Patric e companhia, temos de aproveitar todas as possíveis vantagens, para almejar alguma coisa nessa Copa Libertadores 2019. Chega de burrice. Bom, contrariando o Jaeci, acho que esse Chara, contratação mais cara da equipe, foi um logro, sendo jogador de poucos recursos técnicos e pouca garra."
Ontem, verifiquei que raramente ele chega na área adversária,preferindo se esconder na zona de conforto!"

FUTEBOL
Como montar uma
equipe competitiva
 
Ivan Silva
Itabira – MG

"O Atlético, em seu último jogo da Libertadores, no Mineirão, teve R$ 1 milhão de lucro, com todos os descontos. Se já estivesse jogando no seu próprio estádio, no Bairro Califórnia, esse lucro poderia ser de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões. Assim, daria para contratar jogadores que ganham títulos e têm raça, como Ronaldinho Gaúcho, Tardelli, Alecsandro e Bernard, em vez de ver Patrick e Fábio Santos, que marcam mal, não acertam um cruzamento e erram passes a um metro de distância, vestindo a camisa do Galo."


internet


ALUNO ATIRA EM FRENTE A ESCOLA APÓS COLEGAS ESPALHAREM BOATO EM NOVA LIMA

”Já pensaram quando as armas estiverem disponibilizadas à vontade? Wild West is back! Retrocesso de séculos! Mas a moda agora é fazer arminha, né? O ódio impera! Então aguentem! Depois não digam que não foram avisados.”
. Edilson Mendes Guimarães

“Agora, já era. Este triste ocorrido em Suzano abriu a porteira para os loucos saírem..”
. Alex Teixeira

“O Brasil só vai mudar quando um cara desses pegar cadeia. Tipo: atirou na rua, ameaçou, 2 anos na tranca. Quero ver se vai ter mais isso. Brasil, o país da impunidade.”
. Rodrigo Mendes

“Em pouco tempo vai estar nas ruas matando, ameaçando. É previsível. Nossas leis são fracas. A Justiça brasileira é complacente com ‘errinhos’ como esse, crimezinhos de menor potencial, como dizem.”
. Alex santos


PROFESSOR ENTRA ARMADO COM BESTA NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL

“Estão ficando loucos por tanta maldade nas escolas.”
. Beto Costa

“Quando acontece alguma coisa como esse ataque à escola de Suzano, em seguida um monte de malucos começam a fazer a mesma coisa.”
. Emília Pereira

”Uai, aí não tem detector de metais? Tem que colocar em todas as escolas.”
. Anita Rahal

FILHO DE BOLSONARO QUER LIBERAR FÁBRICAS DE ARMAS

“Nenhum deles fala de empregos, de educação. É disso que o povo precisa.”
. Duda Júlio Alves

 


Publicidade