Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Natal: compras on-line com segurança


postado em 13/12/2018 05:06


Confraternizações, troca de presentes, amigo-oculto, viagem... O ritmo frenético de fim de ano está de volta. Uma boa forma de economizar tempo é fazer as compras de Natal pela internet. Com o aumento no volume das transações on-line, principalmente pela facilidade de pesquisa e praticidade na comparação de preços, é preciso estar atento para realizar as transações de forma segura, evitando fraudes e vazamento de dados.

 Em primeiro lugar, é importante realizar suas compras em lojas conhecidas, procurando consultar seu reconhecimento em sites de avaliação de reputação, verificando se ela oferece canais de contato e quais são as políticas de privacidade. E mais: confirme se o estabelecimento não está na lista restritiva do Serasa e confira informações básicas da loja, como razão social, CNPJ e endereço. Caso o site não tenha esses dados ou eles sejam inconsistentes, desconfie e não realize a compra.

 Ao realizar transações on-line, utilize uma máquina com antivírus, navegador e sistema operacional atualizados e firewall ativado. Além disso, use redes sem fio conhecidas, cuja autenticação seja obrigatória ou sua conexão particular (3G ou 4G). Sempre digite o endereço do site direto no navegador de internet, e verifique se o endereço começa com https:// antes de fornecer seus dados. Além disso, nunca realize compras on-line ou faça transações bancárias em redes wi-fi públicas.

 Também é prudente desconfiar de promoções com preços muito abaixo da média de mercado. Tente comparar os preços e ofertas com outras lojas do mesmo setor. Preste atenção e desconfie de mensagens que você recebe por e-mail ou redes sociais – mesmo quando enviadas em nome de uma pessoa conhecida. Caso tenha qualquer suspeita, não clique nos links nem abra arquivos. Muitos criminosos invadem contas de terceiros e enviam mensagens enganosas com links que direcionam o consumidor para páginas falsas – com a intenção de roubar seus dados e utilizá-los em fraudes.

 Uma boa forma para fazer compras on-line de maneira prática e segura é utilizar um cartão virtual. Isso evita que os dados de seu cartão físico sejam de alguma forma obtidos por criminosos durante uma transação na internet. Para isso, basta instalar o app do seu cartão, gerar um cartão virtual e realizar sua compra. O número será válido para uma única operação e por tempo limitado. Dessa forma, mesmo que o site guarde os dados e esses sejam expostos a criminosos, eles não poderão ser usados novamente.

 Para quem ainda prefere fazer compras presencialmente, meu principal alerta é em relação ao "golpe da troca do cartão". Geralmente, ele acontece assim: a vítima, ao efetuar um pagamento utilizando o cartão e senha, é informada pelo golpista de que a transação não foi realizada devido a algum problema. Ele faz isso para que o cliente digite a senha mais uma vez – e o fraudador tenha mais uma chance de ver os números que estão sendo digitados. Na sequência, após o pagamento ser finalizado, o vendedor pega o cartão do cliente e lhe devolve um outro muito semelhante. A vítima normalmente não percebe essa troca, e o fraudador fica com o cartão e a senha.

 Desta forma, é fundamental estar atento na hora do pagamento. A troca é feita de forma muito rápida e sutil – e na maioria das vezes em um momento de euforia e pressa. Mantenha o cartão sempre perto de si, confira seu nome nele após recebê-lo de volta e nunca deixe que vejam sua senha ao digitá-la. Procure adotar esses hábitos na sua rotina – a segurança deve ser prioridade o ano inteiro.


Publicidade