Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 24/10/2018 05:04



CULTURA
Cidadão defende a Sala Minas Gerais
Nilo Diogo Musetti da Silveira - Belo Horizonte
"Bem, meus amigos leitores, graças à minha educação e cultura, formada e orientada pelos meus pais e com uma grande parcela regida pelo meu próprio desenvolvimento, tomei um gosto especial pela música, qualquer uma que seja de bom gosto, mas, e, principalmente, as clássicas, como as de Villa-Lobos, Carlos Gomes, Vivaldi, Beethoven, Mozart, Gustav Mahler, Verdi, Rossini e tantos outros conhecidos, e todas tocadas sob as excelentes e reconhecidas performances de nossas orquestras, no Brasil. Observei que neste mundo eu nunca estive só, porque nele estavam sempre presentes amigos, conhecidos e desconhecidos, crianças, jovens e muitos da terceira idade. Belo Horizonte, no cenário nacional e internacional, contribuiu, de forma decisiva, para que Minas Gerais se colocasse no âmbito desta e de outras culturas. No caso da música, o grande avanço veio com a criação do Espaço Cultural Itamar Franco, onde foi instalado um centro de audição dos mais modernos do mundo, a Sala Minas Gerais, que por sua vez permitiu um perfeito desenvolvimento da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, que, em 10 anos, já tem um forte reconhecimento pelo público mineiro, de todo o país e que é, também, reconhecida no cenário internacional, haja vista as opiniões de vários maestros e solistas do Brasil e de todo o mundo, os quais vieram se apresentar aqui, sob efusivos aplausos e encanto do nosso público. A nossa Orquestra Filarmônica de Minas Gerais se apresenta na Sala Minas Gerais, em média, 10 vezes por mês, e se apresenta também em várias cidades do nosso e de outros estados, sempre com lotação esgotada. Não sou político e sim um cidadão comum, mas com grande sensibilidade para as coisas belas, importantes e úteis para o nosso desenvolvimento humano e, por isso, eu e tanta gente mais temos a confiança e o orgulho de dizer que 'não temos em Belo Horizonte uma monstruosidade cultural e, muito menos, um espaço para elitistas, mas sim algo sublime que nos encanta e nos faz melhores a todos nós que aqui vivemos'."


ELEIÇÕES 2018
Eleitor ansioso pelo dia da votação   
Jeovah Ferreira - Brasília
"Está chegando 28 de outubro. Ah, estou ansioso. Se pudesse alteraria a velocidade do  giro que a Terra dá em torno do seu eixo para que o dia, em vez de 24, tivesse apenas 12 horas. Essa espera está mexendo com o meu emocional. Não consigo tirar da minha cabeça a grande festa que acontecerá nos quatro cantos do nosso país. Desde o dia 1º de janeiro de 2003, por enxergar que o Brasil iria passar por tempos ruins, carrego comigo um sentimento de tristeza e uma vontade louca de ver os saqueadores da nossa pátria sendo rechaçados nas urnas. Alguém pode questionar: como tempos ruins, se os petistas venceram quatro eleições seguidas?. A resposta é bem simples. Discurso populista. Fingiram amar de todo o coração os menos favorecidos, parcela que dá para eleger com tranquilidade um candidato a presidente da República. Agradaram a essa parcela da população com coisas pequenas, não pensaram no desenvolvimento do Brasil, e deu no que deu. A única coisa que não podemos negar, que cresceu bastante no período em que permaneceram no poder, foi a corrupção. Meteram a mão, sem dó. E o que aqueles que têm miolos não entendem é que eles estão querendo voltar a ocupar o Palácio do Planalto para combater a corrupção, fortalecer a Petrobras e retomar o petróleo do pré-sal para que seja investido em saúde e educação. Dá pra acreditar? Chega a ser cômico. Eles não voltarão! O povo não quer o gás que o Haddad vai vender a R$ 49. O povo quer um Brasil sem bandalheira. Um Brasil com ordem e progresso. O povo quer o capitão Bolsonaro governando o Brasil. O povo não aceita mais ser ludibriado. Eles agora irão para onde? Judas perdeu as botas. Em 28 de outubro de 2018, quando a noite chegar, eu sei que vou chorar. Não vou chorar pouco. Vou chorar copiosamente quando for anunciado que o capitão Jair Bolsonaro venceu a esquerda brasileira. Acabou com o Lula e  seus sequazes. O meu coração vai transbordar de alegria. Quero cantar, mesmo com dificuldade de pronunciar as palavras, em virtude do choro, a primeira estrofe do hino nacional à bandeira do Brasil, letra do grande poeta Olavo Bilac e música de Francisco Braga: 'Salve lindo pendão da esperança! Salve símbolo augusto da paz. Tua nobre presença à lembrança. A grandeza da pátria nos traz'. Capitão Bolsonaro, em direção ao Palácio do Planalto, com a missão de juntar os cacos do Brasil e recuperá-lo."

NO EM.COM.BR
POLÍCIA INTERROMPE VELÓRIO DE MULHER QUE MORREU APÓS CIRURGIAS PLÁSTICAS EM BH
"Meus sentimentos aos familiares e aos amigos. Sinto muito, também, pelo papel a que se presta a mulher moderna, que parece ser desprovida de qualquer senso crítico diante de uma oferta de médicos aproveitadores e açougueiros de redenção, salvação e libertação de todo mínimo traço daquilo que as mulheres consideram defeitos no corpo. A cegueira feminina é tamanha que elas arriscam a vida para exibir seios maiores, nádegas maiores etc... É lamentável!"
Luiz Andrada

"Tudo que o ser humano possa fazer para evitar uma cirurgia deve ser feito. Toda cirurgia, feita em hospital ou clínica, tem o mesmo risco!"
 Zico

"Mulheres e homens são bombardeados com apelos comerciais a reforçar um mercado que lucra muito com produtos e procedimentos estéticos. Basicamente a mensagem é 'você é um lixo, mas se comprar tal produto, ou ter tais, você será o máximo.' Infelizmente, esta propaganda nociva é comum aos dois gêneros. Meus sentimentos à família."
Felipe Rodrigues

NO FACEBOOK
EM SEU TWITTER, ROGER WATERS AGRADECE aos FÃS MINEIROS E DIZ: 'BELO HORIZONTE FOI FANTÁSTICA'
"Sou fã desse cara, cresci ouvindo Pink Floyd. Mas ele não tinha que se meter na política brasileira."
Marcelo Afonseca

"Engraçado os fanáticos falando que o camarada não pode opinar na situação política do Brasil, mas eles vivem opinando na situação da Venezuela."
Thiago Rafael Fernandes

"MAIS POBRES SÃO PRIORIDADE", DIZ DEPUTADO PAULO GUEDES
"Hora de dar um basta nesta velha política, nesses ladrões que sempre estão no governo há mais de 20 anos afundando Minas Gerais."
Jefferson Francisco

"Sempre a mesma conversa. Os 'mais pobres' devem ser ele e a família dele. Porque são esses que os políticos ajudam. O máximo que pobre ganha é dentadura em época de eleição."
Thiago Manduca


Publicidade