UAI
Publicidade

Estado de Minas GERAL

Arábia Saudita promete neutralizar emissões de gases de efeito estufa até 2060


23/10/2021 18:34

Uma das principais produtoras de petróleo no mundo, a Arábia Saudita anunciou neste sábado (23) que espera zerar as emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2060, juntando-se a mais de 100 países numa tentativa global de tentar conter a mudança climática causada por humanos.

Embora o reino queira reduzir as emissões dentro de suas fronteiras, não há indícios de que a Arábia Saudita reduzira investimentos em óleo e gás ou abrirá mão da influência nos mercados de energia se afastando da produção de combustíveis fósseis. As exportações energéticas são o ponto mais importante da economia da Arábia Saudita, apesar de esforços para diversificar receitas enquanto o mundo procura depender cada vez menos de combustíveis fósseis. Só este ano, o país deve arrecadar US$ 150 bilhões com petróleo.

O anúncio, feito pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman em fala no início do primeiro Fórum Saudita de Iniciativa Verde, foi divulgado neste sábado para criar repercussão antes do início da conferência climática global COP-26, em Glasgow, Escócia. O príncipe prometeu que a Arábia Saudita plantará 450 milhões de árvores e reabilitará grandes extensões de área até 2030, reduzindo as emissões de carbono em mais de 270 milhões de toneladas por ano e buscando tornar a cidade de Riad uma capital mais sustentável.

Segundo analistas, o reino busca assegurar um assento na mesa em discussões sobre mudanças climáticas. A Arábia Saudita retruca os que dizem que o uso de combustíveis fósseis precisa ser urgentemente reduzido, alertando que uma mudança prematura pode levar a volatilidade de preços e desabastecimento. Fonte: Associated Press.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade