UAI
Publicidade

Estado de Minas VIOLÊNCIA

Mulher manda matar namorado ao descobrir caso com a própria filha

Companheiro mantinha um relacionamento com a própria filha e uma terceira pessoa. O crime ocorreu em Canindé, no interior do Ceará


28/09/2021 15:04 - atualizado 28/09/2021 16:48

Maria Aparecida Barroso, de 36 anos foi presa por mandar matar namorado após descobrir trisal incestuoso
Maria Aparecida Barroso, de 36 anos foi presa por mandar matar namorado após descobrir trisal incestuoso (foto: TV Verdes Mares/Reprodução)

Uma mulher foi presa em Canindé, no interior do Ceará, suspeita de pagar para alguém matar o companheiro após descobrir que ele mantinha um relacionamento com a própria filha e uma terceira pessoa. Segundo informações do G1, a prisão ocorreu nesta segunda-feira (27/9) e após descoberta do trisal incestuoso, a mulher efetuou pagamento de R$ 3 mil a duas pessoas para que o companheiro e a filha fossem mortos.
De acordo com Daniel Aragão, delegado responsável pelo caso, a mulher, Maria Aparecida Barroso, de 36 anos, namorava Jaelson Oliveira, de 39. O homem mantinha um segundo relacionamento, envolvendo a própria filha e o genro dele, os dois menores de idade. Pai e filha foram baleados e seguem hospitalizados.

Jaelson, de 39 anos, foi baleado por criminoso pago pela namorada dele
Jaelson, de 39 anos, foi baleado por criminoso pago pela namorada dele (foto: TV Verdes Mares/Reprodução)

Ainda segundo o site, a Polícia Civil informou que algumas horas depois do crime, a Polícia Militar apreendeu um homem e um adolescente de 17 anos, ambos suspeitos de participar da tentativa de homicídio. Durante investigação foi apreendido um revólver, que teria supostamente sido utilizado no crime.

Adolescentes são detidos por suspeita de envolvimento na tentativa de matar casal em Canindé, no Ceará
Adolescentes são detidos por suspeita de envolvimento na tentativa de matar casal em Canindé, no Ceará (foto: TV Verdes Mares/Reprodução)

O delegado afirmou que o namorado da jovem descobriu o relacionamento dela e do pai e decidiu fazer parte. Algum tempo depois o jovem contou o caso para Maria, namorada do então sogro. Durante depoimento, Maria afirmou que depois de descobrir sobre os três tentou separação, mas recebia ameaças de Jaelson.

Após essa situação, Maria ofereceu o dinheiro para que o jovem contratasse os executores do crime, que ocorreu em junho deste ano. As vítimas foram baleados na porta de casa e foram socorridos na região. A delegacia segue aguardando Jaelson receber alta para ouvir o depoimento. Caso o relacionamento dele com a filha seja comprovado, o homem poderá responder por estupro de vulnerável.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade