Publicidade

Estado de Minas SEQUESTRO

Disfarçada de enfermeira, mulher é suspeita de tentar sequestrar bebê

Jovem de 23 anos se vestiu de enfermeira e conseguiu levar bebê, alegando que seria realizado um exame pós-parto; caso ocorreu em Curitiba


15/07/2021 09:18 - atualizado 15/07/2021 09:25

(foto: Divulgação/Governo do Ceará)
(foto: Divulgação/Governo do Ceará)
Uma mulher de 23 anos foi presa suspeita de tentar sequestrar um recém-nascido em uma maternidade de Curitiba, Paraná. Ela se disfarçou de enfermeira e conseguiu levar o bebê, alegando que seria realizado um exame pós-parto. O caso ocorreu na última segunda-feira (12/7), no Hospital do Trabalhador.

Ao tentar sair com a criança nos braços, a mulher foi abordada e impedida por funcionários que chamaram a polícia. Talita foi presa em flagrante, suspeita do crime de subtração de incapaz. A ocorrência é investigada pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) da Polícia Civil do Paraná.

De acordo com a polícia, a mulher teria apresentado duas versões diferentes para explicar as motivações do suposto crime. No primeiro momento, quando estava detida, ela teria alegado que venderia a criança para uma vizinha pela quantia de R$ 10 mil. Depois, durante um depoimento à Polícia Civil, a jovem contou que ficou desesperada após sofrer um aborto espontâneo no final do mês de junho e indicou que apresentaria a criança sequestrada para os familiares.

Em entrevista ao G1, o advogado da mulher alegou que ela está em um estado de depressão puerperal. A defesa sustenta que a jovem é incapaz de responder pelos atos e vai pedir uma avaliação profissional para analisar as condições psicológicas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade