Publicidade

Estado de Minas COOPERAÇÃO

Alemanha e Mercedes-Benz vão doar postos de saúde móveis ao Brasil

Governo alemão e a montadora fecharam acordo para cooperar com o combate à COVID-19 no Brasil dentro de um plano de suporte global liderado pelo país europeu


04/03/2021 09:23 - atualizado 04/03/2021 10:00

O ministro alemão para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, Gerd Müller(foto: Ashraf Shazly/AFP)
O ministro alemão para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, Gerd Müller (foto: Ashraf Shazly/AFP)
A Alemanha lançou nessa quarta-feira (03/03) um programa de suporte à emergência global causada pela COVID-19. O plano, liderado pelo Ministério para Cooperação e Desenvolvimento do governo alemão, elenca medidas de apoio a diversos países, incluindo o Brasil.

 

O programa cita o Brasil como parceiro da Alemanha e menciona a situação crítica da pandemia no país e em outros nações em desenvolvimento, onde, segundo o comunicado alemão, além das mais de 2,2 milhões de mortes, pessoas estão enfrentando a perda total de seus meios de subsistência, causando uma enorme crise econômica e financeira nesses países, o que pode vir a acarretar um colapso das cadeias de abastecimento globais.

 

“Precisamos mudar o desenho da globalização. Nestes tempos, a Alemanha e a Europa precisam estar à altura de sua responsabilidade internacional de uma maneira especial. Precisamos ajudar as economias em desenvolvimento e emergentes em sua luta contra o vírus. Caso contrário, existe o risco de fome, agitação e violência.”, diz o comunicado de lançamento do Programa de Suporte de Emergência COVID-19 do governo alemão.

 

O plano alemão elenca inúmeras ações de apoio econômico, sanitário e social às nações mais pobres do globo e afirma que entidades multilaterais, como a ONU e a OMS, precisam ser fortalecidas para que possam apoiar programas globais de resposta a emergências e preparar e implementar um plano global campanha de imunização.

 

Entre as ações de cooperação, o governo alemão pretende auxiliar no fornecimento de assistência de emergência médica e hospitalar para o combate à COVID-19 em países parceiros selecionados. Dentro desse plano, foi fechada uma parceria com a Mercedes-Benz do Brasil para a adaptação de caminhões da montadora em unidades de saúde móveis, a serem enviados para regiões remotas do país.

 

As unidades adaptadas serão utilizadas para emergências médicas e para diagnóstico da doença, sendo equipadas para realização de exames e até mesmo para pequenas cirurgias, de acordo com o ministro alemão para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, Gerd Müller.

 

Segundo informações da Deutsche Welle (DW), agência de notícias pública alemã, o país europeu investirá 4,5 milhões de euros (quase R$ 31 milhões) no projeto, enquanto a Mercedes-Benz do Brasil disponibilizou cerca de 1 milhão de euros. Os recursos serão destinados para a produção das unidades e a compra dos equipamentos necessários.

 

Ainda de acordo com a DW, as unidades móveis serão administradas por organizações não governamentais brasileiras, que também oferecerão as equipes médicas para atuar nessas estações. O projeto tem previsão de duração até 2024 e de atender cerca de 250 mil brasileiros.

 

“A COVID-19 é também um alerta global para nos lembrar que a cooperação e a solidariedade internacionais são necessárias. Para fazer face à pandemia e às suas consequências, temos de combinar as nossas forças a nível internacional e preparar uma resposta conjunta”, ressalta o governo alemão em comunicado.


*estagiário sob supervisão do subeditor Daniel Seabra


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade