Publicidade

Estado de Minas CAIU

Rejeição de Bolsonaro cresce após fim do auxílio emergencial, diz pesquisa

O maior índice de desaprovação está entre a população de baixa renda, coincidindo com o fim do auxílio emergencial


26/02/2021 13:08 - atualizado 26/02/2021 13:27

Segundo pesquisa, 38% do público entrevistado desaprova o governo Bolsonaro(foto: Agência Brasil)
Segundo pesquisa, 38% do público entrevistado desaprova o governo Bolsonaro (foto: Agência Brasil)
O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), iniciado em janeiro de 2019, alcançou neste ano uma aprovação inferior à avaliação negativa. É o que avalia pesquisa Exame/Ideia divulgada nesta sexta-feira (26/2). De acordo com o levantamento, 38% do público entrevistado desaprova o governo, enquanto 35% consideram a gestão como positiva e outros 27% avaliam como regular.

Segundo a pesquisa, há duas semanas a avaliação positiva estava em 41%, ou seja, caiu 6% no levantamento mais recente. Isso coincide com o último mês do pagamento do auxílio emergencial, que foi encerrado em dezembro. 

Apesar da desaprovação ser maior na população de baixa renda, nas classes A/B a aprovação está em 44%.

Analisando por escolaridade, a aprovação se manteve alta entre aqueles que que mais estudaram. Entre os entrevistados que disseram que fizeram faculdade, 54% aprovam a maneira do presidente governar.
 
A aprovação total de quem ganha mais de 5 salários mínimos passou de 40% para 49%. A desaprovação de quem ganha 1 salário mínimo foi de 39% para 46%. 

O levantamento ouviu 1.200 pessoas entre os dias 30 de novembro a 3 de dezembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade