Publicidade

Estado de Minas MAIS VACINAS

Ministério da Saúde faz acordo para comprar 20 milhões de doses da Covaxin

Pasta anunciou investimento de R$ 1,6 bilhão para adquirir vacina asiática, que ainda não tem aprovação da Anvisa


25/02/2021 21:09 - atualizado 25/02/2021 22:27

Imunizantes devem chegar ao Brasil até maio(foto: Vicenzo Pinto/AFP)
Imunizantes devem chegar ao Brasil até maio (foto: Vicenzo Pinto/AFP)
 
O Ministério da Saúde anunciou investimento de R$1,6 bilhão para a compra de 20 milhões de doses da vacina Covaxin, produzida na Índia pela farmacêutica Bharat Biotech. Ainda que não tenham passado por testes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os imunizantes devem chegar totalmente ao Brasil até maio.
 
O país deve contar com cerca de 8 milhões de doses já no mês que vem. Em abril, o Ministério da Saúde tem a expectativa de receber outras 8 milhões de doses, num prazo de 45 e 60 dias após oficialização da compra. Finalmente, em maio, é esperado o último lote de doses, com 4 milhões de unidades.

A importação das novas vacinas será realizada pela Precisa Medicamentos, uma empresa com sede em Barueri (SP) e que já trazia testes de COVID-19 do país asiático. 

Para passar por aprovação da Anvisa, a vacina indiana conta com uma decisão favorável da própria agência tomada no mês passado: nos casos de uso emergencial, os imunizantes podem chegar à população sem a necessidade de estudos na fase 3, antes tida como exigência importante pela Anvisa. 

Até o momento, o Brasil aprovou o uso emergencial das vacinas CoronaVac (China) e AstraZeneca (Reino Unido). A Anvisa também aprovou o uso definitivo da Pfizer (Reino Unido), ainda que o Governo Federal discorde de alguns pontos do contrato com a farmacêutica responsável pela produção dos imunizantes. 

Planos 

 
Com o novo lote de vacinas da Índia, o Governo Federal afirmou ter distribuído mais de 15 milhões de doses desde 18 de janeiro, quando foi dado o pontapé inicial da campanha de vacinação. Até julho, o Ministério da Saúde promete o envio de mais de 200 milhões de doses, que, em tese, poderão vacinar 50% da população brasileira. 

Depois de reunião com os governadores, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, se comprometeu a distribuir mais 3,2 milhões de doses para cada unidade federativa. Todos os estados e Distrito Federal receberão as 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford, importadas da Índia, e 1,2 milhão de doses do imunizante do Instituto Butantan.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade