Publicidade

Estado de Minas REGIÃO DOS LAGOS

COVID-19: Justiça determina que turistas deixem Búzios em 72 horas

Determinação levou em conta o aumento dos casos de COVID-19 nos últimos dias


17/12/2020 08:45 - atualizado 17/12/2020 09:21

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
A Justiça do Rio determinou, nesta quarta-feira (16/12), que a cidade de Búzios, na Região dos Lagos, retorne para a Bandeira Vermelha, que significa risco 3 de combate à pandemia da COVID-19. Com a determinação, os turistas que estão hospedados na cidade serão obrigados a deixar as pousadas, hotéis e casas e apartamentos de aluguel para temporada do município em até 72 horas.

As cidades que se encontram na bandeira vermelha estão com o risco muito elevado de colapso da rede de saúde e a necessidade de isolamento social completo. A determinação da Justiça, da 2ª Vara de Búzios, vale a partir de hoje, quinta-feira (17/12), e proíbe ainda que hotéis ou espaços promovam aluguel para temporada ou recebam novos hóspedes. O pedido partiu da Defensoria Pública, e ainda cabe recurso.

Além da parada de todo o setor turístico, a decisão faz com que a prefeitura volte com todas as medidas de flexibilização adotadas até então. A Prefeitura de Búzios disse que irá cumprir a determinação, enquanto o departamento jurídico analisa eventual recurso.

Casos de COVID-19 na cidade

A determinação da Justiça se deu por causa de um levantamento que revela o avanço alarmante no número da COVID-19 em Búzios nos últimos meses. Segundo o último boletim epidemiológico municipal, divulgado na quarta-feira (16/12), desde o início da pandemia, Búzios contabiliza 2.423 casos de COVID-19, com 25 mortes causadas pela doença.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade