Publicidade

Estado de Minas GERAL

Deputado quer avançar projeto que cassa alvará de empresas com episódios racistas


20/11/2020 16:52

Após o espancamento e morte de um homem negro em Porto Alegre (RS), o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), acredita ser urgente avançar com um projeto de sua autoria para responsabilizar as empresas por atos racistas de seus funcionários.

A proposta de Silva permite cassar o alvará de empresas reincidentes em denúncias de racismo. O deputado pretende falar com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e pedir que o projeto (5160/2020), apresentado na semana passada, seja levado ao plenário da Casa para ser votado o mais breve possível.

"Não adianta apontar para o segurança", disse Silva ao Broadcast Político. O projeto prevê ainda que os estabelecimentos comerciais possam ser punidos inclusive por atos praticados em ambientes virtuais.

No Rio Grande do Sul, um homem negro foi espancado e morto por dois homens brancos em uma unidade do supermercado Carrefour no bairro Passo D'Areia, na zona norte de Porto Alegre, na noite de quinta-feira, 19, véspera do Dia da Consciência Negra. Um dos agressores era segurança do local e o outro, um policial militar temporário. A vítima, João Alberto Silveira Freitas, tinha 40 anos.

A Polícia Civil do Estado investiga o crime. Os dois homens foram presos em flagrante.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade