Publicidade

Estado de Minas Serpente

Cobra naja que picou estudante no DF é encontrada; veja o vídeo

Serpente, de aproximadamente 1,5m, estava com um amigo do rapaz e foi capturada pelo Batalhão da Polícia Militar Ambiental


postado em 08/07/2020 20:23 / atualizado em 10/07/2020 12:08

Cobra naja, que picou Pedro Henrique Lehmkuhl, foi encontrada na noite desta quarta-feira(foto: Reprodução/Youtube)
Cobra naja, que picou Pedro Henrique Lehmkuhl, foi encontrada na noite desta quarta-feira (foto: Reprodução/Youtube)
A cobra naja que picou um estudante de 22 anos nesta terça-feira (7/7) foi encontrada e capturada. O Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) resgatou o animal no shopping Pier 21 nesta quarta. Segundo a corporação, familiares de Pedro Henrique Lehmkuhl forneceram informações que levaram ao contato de um adolescente que estaria com o réptil. De acordo com a Polícia Civil, ele é amigo do estudante picado.

 

Após buscas no Lago Norte, Setor de Mansões de Lago Norte, Paranoá, Lago Sul e até na Ponte Alta do Gama, integrantes do batalhão convenceram o garoto a informar que havia deixado o animal nas proximidades do shopping, “num local escuro e atrás de um morro de areia”, conforme descreve o comandante do BPMA, major Elias Costa.

 

“O animal ele aparentemente passa bem. O local onde ele está condicionado é um local ideal para condicionar esse tipo de animal, caso alguém queira levá-lo para algum lugar. Muito embora ele seja um animal bem agressivo, nós não o encontramos agressivo não, está bem tranquilo”, detalha o major. 

Vídeo mostra o momento da captura: 

 

Agora, a cobra, de aproximadamente 1,5m, receberá a destinação adequada. A 14ª Delegacia de Polícia (Gama) também atuou nas buscas.

Segundo o delegado-chefe, Jônatas Silva, a polícia chegou a receber denúncias anônimas informando de que a naja estaria em uma chácara no Gama. A partir daí, agentes iniciaram uma busca para tentar localizar a cobra. 


 

Em contato com o amigo de Pedro, descobriram que a naja estava com ele. "Ele se disponibilizou a entregar a cobra. Negociamos com ele a todo o instante. Mas, em determinado momento, ele disse que devolveria a naja para a Polícia Militar", detalhou o delegado.

Rapaz teve choque anafilático

 

 

Segundo apuração do Correio, ainda durante a madrugada, Pedro Henrique, qe está em coma, sofreu um choque anafilático, consequência de uma reação alérgica grave, e a administração do soro precisou ser interrompida.


Só após um período de mais de seis horas em observação, a equipe médica pôde continuar o procedimento. 
Na manhã desta quarta, Pedro apresentou melhora após ministração do soro.

 

A naja, encontrada especialmente na Tailândia e responsável por vários acidentes no país, possui uma peçonha capaz de afetar o sistema nervoso central das vítimas, vindo a ser fatal. 

A espécie brasileira que mais se assemelha ao tipo de veneno e comportamento da naja é a cobra-coral verdadeira. Contudo, a peçonha da naja tem maior potencial danoso às pessoas.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade