Publicidade

Estado de Minas GERAL

Após casos de violência, SP retira blocos da Berrini e da Henrique Schaumann


postado em 28/02/2020 21:07

A Prefeitura de São Paulo mudou o trajeto de blocos previstos para ocorrerem neste fim de semana na Avenida Luís Carlos Berrini, na zona sul, e na rua Henrique Schaumann, na zona oeste. As duas localidades tiveram registro de casos de violência, com disparo de arma de fogo, no pré-carnaval e durante a folia desta semana. A administração disse que a decisão foi tomada em conjunto com a Polícia Militar para "promover melhor segurança e conforto".

Em nota, a gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB) disse ter reavaliado os trajetos do pós-carnaval em relação a três blocos. Segundo a Prefeitura, as reuniões após "os desfiles são de praxe para avaliar o que deu certo e o que precisa de ajuste para os próximos eventos".

Veja as alterações determinadas aos blocos:
Sábado, 29
Bloco Kebradeira (10h às 14h)

Antes previsto para a Rua Henrique Schaumann, o bloco passa para a Avenida Hélio Pelegrino, em Pinheiros

Bloco Kaya na Gandaia (15h às 19h)

Antes previsto para a Avenida Luís Carlos Berrini, o bloco passa para a Rua Conselheiro Crispiniano (Praça das Artes), finalizando na Praça da República.

Domingo, 1
Bloco Vou de Táxi (15h às 19h)

Antes previsto para a Avenida Luís Carlos Berrini, o bloco passa para a Avenida Hélio Pelegrino, em Pinheiros

Os trajetos originalmente previstos registraram casos de violência. Um policial civil reagiu a uma tentativa de assalto na Berrini no dia 16 de fevereiro. O caso ocorreu em meio a blocos de pré-carnaval e cinco pessoas foram baleadas e socorridas a hospitais localizados na região.

Na terça-feira, 25, um homem e uma jovem foram baleados durante um bloco de carnaval na Avenida Henrique Schaumann, perto do Cemitério São Paulo. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, os tiros foram disparados por um homem, que reagiu a uma tentativa de assalto.


Publicidade