Publicidade

Estado de Minas

Casal de idosos é brutalmente assassinado no Distrito Federal

Vítimas moravam no Riacho Fundo, mas mantinham uma chácara em Santo Antônio do Descoberto. Segundo a polícia, os principais suspeitos são o caseiro e a mulher, que estão foragidos


postado em 26/02/2019 16:04 / atualizado em 26/02/2019 16:14

Eltenor de Sousa, 84 anos, e Iolanda Davi de Sousa Machado, 72, foram brutalmente assassinados (foto: Arquivo pessoal )
Eltenor de Sousa, 84 anos, e Iolanda Davi de Sousa Machado, 72, foram brutalmente assassinados (foto: Arquivo pessoal )

O assassinato de um casal de idosos chocou agentes da delegacia de Santo Antônio do Descoberto, a cerca de 59 quilômetros da capital federal. Eltenor de Sousa, 84 anos, e Iolanda Davi de Sousa Machado, 72, foram encontrados mortos na chácara deles, no sábado (23/2). As vítimas tiveram parte dos corpos desfigurados e decepados. Os principais suspeitos são o caseiro e a mulher. A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio. 

Segundo informações da Polícia Civil de Goiás (PCGO), o corpo de Iolanda estava na sala, com o rosto desfigurado e alguns dedos cortados. Do lado de fora da chácara, próximo à cerca de proteção, Eltenor foi encontrado com o rosto retalhado. Ele também teve a mão esquerda arrancada, provavelmente a golpes de faca, além de sofrer diversas lesões nos braços e antebraços.

Os idosos moravam no Riacho Fundo, mas passavam grande parte do tempo na chácara. De acordo com o delegado Fabiano Medeiros, a apuração do caso indica o caseiro e a mulher dele como possíveis autores. As vítimas contrataram os suspeitos há cerca de seis dias. Contudo, o serviço prestado não gerou satisfação ao casal, que decidiu demitir os acusados na sexta-feira (22/2). 

 

"A priori, os idosos e os acusados tiveram um desentendimento sobre a rescisão do contrato de trabalho. O caseiro não ficou satisfeito com a decisão e se revoltou. Acreditamos que o duplo homicídio foi arquitetado", analisa Fabiano Medeiros. 

 

Após o assassinato, o caseiro e a mulher fugiram na caminhonete dos idosos. Os suspeitos levaram dois revólveres e dinheiro que estavam na chácara. Agentes encontraram o veículo na segunda-feira (25/2), em Luziânia (GO). 

 

O carro estava completamente depenado e teria sido utilizado apenas para a fuga. Até a mais recente atualização desta reportagem, os suspeitos continuavam foragidos. 

 

Nesta terça-feira (26), agentes irão coletar o depoimento do ex-patrão do caseiro, que também tem uma chácara vizinha a das vítimas.

 


Publicidade