Publicidade

Estado de Minas GERAL

Reveillón do Rio atrai 53% a mais de turistas, diz Riotur


postado em 01/01/2019 14:56

Metade dos 2,8 milhões de pessoas que assistiram à queima de fogos ontem em Copacabana era de turistas, um crescimento de 53% em relação ao registrado um ano antes, informou a Riotur no primeiro dia do ano. Do 1,4 milhão de turistas presentes, apenas 155 mil eram estrangeiros, sendo o restante brasileiros, informou a Riotur.

Os turistas garantiram a ocupação de 98% dos hotéis da cidade, sendo a maior demanda nos bairros de Flamengo e Botafogo, que ficaram 100% ocupados. Copacabana, onde a maior festa brasileira de passagem do ano é realizada, teve ocupação de 98%, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (Abih-RJ).

A estimativa da Riotur antes da festa já era a de superar o número de turistas da virada de 2017 para 2018, quando 910 mil turistas visitaram o Rio de Janeiro e injetaram na economia carioca R$ 3 bilhões durante o réveillon.

Para comemorar a chegada de 2019 foram queimadas 16,9 toneladas de fogos multicoloridos por 14 minutos, disparadas de dez balsas em frente à orla de Copacabana e que formaram imagens como figuras geométricas, corações, estrelas, carinhas felizes, círculos e espirais, com um grande final em tom de dourado. Entre as atrações da festa, se apresentaram antes dos fogos a cantora Baby do Brasil e o cantor e compositor Gilberto Gil, acompanhado da filha Preta Gil. Logo depois dos fogos a cantora Ludmilla assumiu a festa, seguida do DJ Dakid e da escola de samba campeã de 2018 do carnaval carioca, Beija-Flor.

O réveillon contou com o patrocínio da Caixa Econômica Federal, Antarctica (BOA), Light, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e do Governo Federal/Ministério do Turismo. Os valores da festa, porém, não foram divulgados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade