Publicidade

Estado de Minas GERAL

Expresso de Cumbica vence 'rivais' em conforto


postado em 17/10/2018 08:10

O trem expresso que sai da Estação da Luz, no centro da capital paulista, para o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, começou a funcionar nesta terça-feira, 16, e se mostrou a alternativa mais confortável para quem deseja chegar ao terminal pelo transporte sobre trilhos. Terceira forma de acesso ao aeroporto aberta este ano, o trem com tarifa mais cara e sem paradas entre estações atraiu apenas quem viajaria - o que resultou em uma composição vazia, com espaço de sobra para as malas.

O trem, que recebeu da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) o nome de Airport Express, tem horários predeterminados de saída tanto da Luz quanto da Estação Aeroporto-Guarulhos. Comparado com o outro serviço da CPTM aberto este mês, o Connect, que faz a mesma ligação, mas partindo da Estação Brás, o Airport Express tem vantagens.

A primeira é que é mais fácil para moradores das zonas sul e oeste chegarem à Luz do que ao Brás, uma vez que a primeira é integrada às Linhas 1-Azul e 4-Amarela do Metrô - o Brás só é conectado à Linha 3-Vermelha. Além disso, a Linha 3 é a mais cheia do sistema e transitar por lá com malas, em hora de pico, não é tarefa simples.

Outra vantagem do Airport Express é que os trens são menos cheios. A Linha 13-Jade da CPTM, que funciona como "mãe" dos serviços Connect e Airport Express (ambos são trens especiais que funcionam nesse ramal e demoram 35 minutos por viagem), foi pensada pelo governo do Estado não só como uma ligação para o aeroporto, mas também como linha para mitigar a falta de transporte público da região mais populosa da cidade, a zona leste. Ao criar um serviço expresso (sem paradas), a CPTM buscou uma alternativa atrativa apenas para quem vai ao aeroporto. O Connect, por exemplo, é usado como "atalho" para a zona leste, e quem está com malas tem menos espaço para circular.

Por outro lado, há uma desvantagem: o preço. O Airport Express custa R$ 8. A esse preço, é preciso acrescentar R$ 4 do Metrô. Em todas as opções de acesso a Cumbica, ao chegar à Estação Aeroporto, é preciso reservar ainda cerca de 20 minutos para o ônibus gratuito que conecta o terminal 1 ao 2 e ao 3.

Reações

Quem testou o serviço nesta terça elogiou a limpeza e a sinalização. "Estive em uma viagem na Itália e conhecemos todas as cidades de trem. Este aqui é muito parecido. É bom ter um serviço assim, limpo, prático, oferecido pelo Estado", disse a aposentada Maria de Fátima Cançado, de 64 anos, que vive em Fortaleza e veio a São Paulo visitar a irmã Ana Cançado, filósofa de 55 anos.

Com viagem de volta marcada para esta terça, ela soube da estreia do serviço pela TV e apressou a arrumação das malas para pegar o das 14 horas. "É um passeio bacana, conhecer o centro", diz Maria de Fátima, ao listar locais como o Teatro Municipal, o Mosteiro de São Bento, o Farol Santander e o Mercadão, que ficam próximos da Estação da Luz, onde embarcaram. Já Ana preferiu elogiar o trem, do tipo "salão único", sem divisão entre os vagões.

A CPTM comprou oito trens especiais, com bagageiro, para circular nas opções de conexão com o aeroporto. As composições só têm entrega prevista para novembro do ano que vem. Até lá, os trajetos são feitos por trens comuns, idênticos aos que circulam nas outras linhas.

Horários

Airport Express (Luz) - De segunda a sexta-feira. Saindo de Cumbica: 9h, 11h, 13h, 15h e 21h. Saindo da Luz: 10h, 12h, 14h, 16h e 22h. Tarifa: R$ 8

Tempo de viagem: 35 minutos.

No aeroporto, é preciso utilizar um ônibus para seguir até outros terminais. Os coletivos saem a cada 15 minutos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade