Publicidade

Estado de Minas

Menino de 7 anos morre ao ser cortado por linha com cerol em Santos

Ele foi levado ao Pronto-Socorro da Zona Noroeste, mas sofreu uma parada cardíaca e não se recuperou


postado em 23/06/2018 21:12 / atualizado em 24/06/2018 06:58

Sorocaba - Um menino de sete anos morreu após ser atingido no pescoço por uma linha de pipa com cerol, no início da noite de sexta-feira, em Santos, no litoral do Estado de São Paulo. A linha, impregnada com cola e material cortante, produziu um corte profundo e atingiu a traqueia da criança. O garoto, Jefferson Matheus Duarte, chegou a ser levado a um pronto-socorro, mas não resistiu à gravidade do ferimento. Até a manhã deste sábado, 23, o dono da linha não havia sido identificado.


De acordo com a Polícia Civil, o garoto e alguns colegas estavam na rua Mestre Tomás, no bairro Rádio Clube, zona norte da cidade, quando viram uma pipa caindo e correram na direção do objeto. Com a queda, a linha ficou estendida sobre a rua e enroscou num carro que transitava pelo local. Puxada pelo carro, a linha esticou e atingiu o pescoço de Jefferson. Ele caiu e moradores da rua acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ele foi levado ao Pronto-Socorro da Zona Noroeste, mas sofreu uma parada cardíaca e não se recuperou.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e foi velado pela família na manhã deste sábado. Policiais fizeram buscas e ouviram testemunhas no local do acidente na tentativa de identificar o dono da pipa. Se identificada, a pessoa pode responder por homicídio culposo - sem intenção de matar. Uma lei municipal de 1997 proíbe a soltura de pipa com material cortante em Santos. O descumprimento sujeita o infrator à apreensão do material e multa de um salário mínimo. A fiscalização é feita pela Guarda Municipal.

(José Maria Tomazela)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade