Publicidade

Estado de Minas

Senado repudia assédio de brasileiros a mulher durante Copa na Rússia


postado em 19/06/2018 18:24

Brasília, 19 - A Procuradoria Especial da Mulher do Senado divulgou nesta terça-feira, 19, uma nota de repúdio contra os brasileiros que assediaram e ridicularizaram uma mulher na Rússia durante a Copa do Mundo. Agravação em que eles aparecem fazendo piadas sobre o órgão genital de uma estrangeira viralizou nas redes sociais e vêm recebendo críticas dentro e fora do País.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), que ocupa a função de procuradora da Mulher na Casa, foi a responsável por ler o texto no plenário.

"Esse grupo de torcedores envergonha nosso País. Eles se aproveitaram do fato de a mulher não compreender nosso idioma para humilhá-la e ridicularizá-la. Postado na internet, o fato multiplica a gravidade da cena, que mostra em poucos segundos porque as mulheres brasileiras têm razão em lutar contra ao machismo e uma realidade de estupros e feminicídios que os homens insistem em pintar de cor-de-rosa", diz a nota.

A nota diz ainda que "o repúdio das mulheres do Brasil e do mundo" deve ter "um caráter educativo para esses homens" e presta solidariedade a "nossa irmã estrangeira" que foi alvo das ofensas.

Mais cedo, o senador Humberto Costa (PT-PE) também lamentou o fato de um dos envolvidos no episódio ser do seu Estado natal, Pernambuco. Em nota, o Ministério do Turismo também condenou a atitude do grupo de brasileiros.

(Isadora Perón)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade