Publicidade

Estado de Minas

Centrais sindicais mantém comemoração no 1º de maio


postado em 29/04/2017 20:49

São Paulo, 29 - No embalo da greve geral contra reformas do governo federal na sexta-feira, 28, centrais sindicais reforçam as comemorações para segunda-feira, 1º de maio, Dia do Trabalhador. Em São Paulo, principais concentrações serão na região da Av. Paulista e na zona norte, no Sambódromo do Anhembi e redondezas. Estão previstos atos políticos, shows de rappers, bandas sertanejas e sorteios de carros.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) decidiu manter a comemoração do Dia do Trabalhador apesar do impedimento feito pela subprefeitura da Sé. A Central afirma que o evento acontecerá na Av. Paulista e que seguirá os procedimentos de segurança, já acordados com a Polícia Militar e a CET antes mesmo de ser impedido pela subprefeitura.

A concentração começará a partir das 12h, e um ato político em que Lula é esperado está agendado para 15h, mas o ex-presidente ainda não confirmou presença. Por ser uma comemoração tradicional e uma data de valorização dos direitos trabalhistas, a CUT afirma que neste ano o evento é uma continuação dos protestos contra as reformas trabalhista e da Previdência, que motivaram a greve geral da sexta-feira, 28.

O evento está sendo organizado pela CUT em parceria com a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras Brasileiros (CTB), Intersindical, Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo. Haverá shows dos rappers Emicida e Mc Guimê e a sambista Leci Brandão. O prefeito de São Paulo, João Doria, afirmou que a região da Paulista não comporta eventos como este da CUT, que prevê multidão e shows com palco. Segundo ele, de acordo com o Termo de Ajuste de Conduta (TAC), assinado em 2007 pelo governo municipal, seriam abertas exceções apenas para o Revellión, Parada Gay e Marcha para Jesus.

Força Sindical

Sob o lema "Direitos, Empregos e Aposentadoria Digna", a Força Sindical está organizando um evento na Praça Campo de Bagatelle, zona norte de São Paulo. O Secretário Geral da Força, João Carlos Gonçalves, o Juruna, afirma que são esperadas mais de 500 mil pessoas para a comemoração do Dia do Trabalhador, que "já ocorre há 20 anos", reforçou. O evento está marcado para às 7h da segunda-feira, 1º, e deve seguir até às 15h.

Haverá sorteios de 19 automóveis H20, da marca coreana Hyundai. Segundo a Força, os automóveis foram doados pelos fabricantes. Na programação estão previstos os shows das bandas sertanejas Zé Neto & Cristiano, Maiara & Maraísa, Bruno & Marrone, Michel Teló, Zezé Di Camargo & Luciano, Fernando & Sorocaba, Eduardo Costa, entre outros.

CSB

A Central dos Sindicatos Brasileiros organiza uma comemoração do Dia do Trabalhador no Sambódromo do Anhembi, também na zona norte da capital paulista. A princípio o evento seria n

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade