Publicidade

Estado de Minas

Moradores de prédio que ruiu lutam por indenização


postado em 01/08/2014 19:01 / atualizado em 01/08/2014 20:21

O prédio de quatro andares que ruiu parcialmente nesta sexta-feira, dia 1º, no Recife foi construído na década de 1990. Em 2008, o edifício foi considerado como um imóvel de "risco muito alto de desabamento" e acabou sendo esvaziado em 2013. Moradores movem ações na Justiça por indenização da seguradora do edifício desde que foram obrigados a deixar o local. Eles só conseguiram, até o momento, pagamento de três meses de aluguel.

A pesquisa que apontou o alto risco na edificação foi realizada entre 2007 e 2009 pelo Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep) em mais de cinco mil prédios-caixão espalhados pelo Recife e região metropolitana.

No ano passado, começaram a aparecer rachaduras no prédio e, depois de vistoria, a Defesa Civil recomendou a interdição. Para o coordenador da Defesa Civil no Recife, Adalberto Freitas, o ideal é que o imóvel seja demolido, mas para isso é aguardada decisão judicial. Segundo ele, o desabamento não oferece risco para os imóveis vizinhos ao prédio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade