Publicidade

Estado de Minas

Sabesp espera que chuvas normalizem nível de represas


postado em 07/07/2014 08:01

São Paulo, 07 - A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informou em nota que espera que o período de chuvas que começa em outubro deste ano "deve ajudar a normalizar os níveis dos mananciais" e que "está preparada para garantir o abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo até meados de março de 2015".

"A companhia esclarece que as medidas adotadas continuarão assegurando o fornecimento de água para a Região Metropolitana de São Paulo. Entre as ações estão o bônus para quem reduzir o consumo, utilização da reserva técnica das Represas Jaguari-Jacareí e Atibainha, campanhas de conscientização e de mídia e uso de outros sistemas para abastecer bairros antes atendidos pelo Cantareira", afirma a Sabesp.

Segundo a companhia, as vazões máximas determinadas pelos órgãos reguladores do Cantareira, atualmente em 19,7 mil litros por segundo, "são suficientes para garantir o abastecimento" da população da Grande São Paulo, "mesmo diante da pior seca da história".

De acordo com a estatal, "todas as medidas necessárias para manter o abastecimento de água foram apresentadas no Plano de Contingência aos órgãos reguladores, que deverão analisar e decidir os próximos passos, cabendo à Sabesp cumprir a decisão desses mesmos órgãos". Os gestores do sistema, porém, rejeitaram o plano e pediram para Sabesp reavaliá-lo. As informações são do jornal

O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade