Publicidade

Estado de Minas

Na semana da Copa, rodoviários do Distrito Federal ameaçam greve

Os rodoviários pedem reajuste de 20% no salário e no tíquete-alimentação, aumento de 40% no valor da cesta básica e reajuste anual de 1%


postado em 06/06/2014 07:49

Depois de reunião na tarde desta quinta-feira (5/6) com o Governo do Distrito Federal (GDF) e representantes das empresas de ônibus, sem conseguir avanços, rodoviários do DF decidiram esperar a apresentação de uma proposta até sábado (7/6). Caso as empresas não ofereçam um acordo do interesse da categoria, haverá greve a partir da próxima segunda-feira (9/6), segundo João de Oliveira, diretor de imprensa do Sindicato dos Rodoviários do DF. O Mundial começa na quinta-feira (12/6).


Os rodoviários pedem reajuste de 20% no salário e no tíquete-alimentação, aumento de 40% no valor da cesta básica e reajuste anual de 1%. De acordo com Oliveira, a categoria apresentou a proposta às empresas há cerca de um mês, mas até agora não houve avanço nas negociações.

A Agência Brasil entrou em contato com a Secretaria de Estado de Administração Pública do Distrito Federal mas até a publicação da matéria não recebeu retorno.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade