Publicidade

Estado de Minas

Fortaleza: motorista sofre queimaduras durante confronto


postado em 10/04/2014 22:07

Fortaleza, 10 - Um motorista prestador de serviço da Prefeitura foi queimado durante confronto entre camelôs e a Guarda Municipal, nesta quinta-feira, 10, na Praça da Catedral da Sé, no Centro de Fortaleza. O tumulto começou com a retirada dos feirantes que ocupavam as calçadas próximo à Catedral. Revoltados com a remoção, os ambulantes bloquearam a Rua Sobral com pedras para impedir a passagem dos reboques.

Durante a ação, que apreendeu diversas mercadorias, um carro irregular foi rebocado por um caminhão da Prefeitura, o que gerou indignação em parte dos comerciantes que estavam no local. Foi neste momento que um homem não identificado ateou fogo a um caminhão reboque que seria usado para apreensão das mercadorias. O motorista do caminhão, Ginesvaldo Correia Lima, de 52 anos, foi atingido pelas chamas, sofrendo queimaduras de segundo grau em 15% do corpo. A Polícia ainda não sabe quem foi o autor do crime.

De acordo com o major Alexandre Ribeiro, comandante da 1ª Companhia do Centro, a polícia vai requisitar da Guarda Municipal as imagens das câmeras de segurança da área. O titular da Regional do Centro, Ricardo Sales, disse que essa foi uma operação de rotina para coibir a ocupação irregular dos arredores da Catedral. Lima está internado na Unidade de Queimados do Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza, sem previsão de alta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade