Publicidade

Estado de Minas

Brasilienses marcam edição de 'isoporzinho' para protestar contra preços altos

Encontro marcado via internet pretende reunir moradores da cidade no Eixão para fugir de altos preços nos bares


postado em 08/02/2014 15:59 / atualizado em 08/02/2014 16:01

A ideia do "isoporzinho", que começou com encontro de grupo de amigos para beber em espaços públicos, em protesto contra os altos preços das bebidas nos quiosques e barzinhos do Rio de Janeiro, chegou a Brasília. No DF, a primeira edição do evento ocorre no domingo (9/2), a partir das 11h, no Eixão, na altura da 105 Sul.

Segundo os organizadores do evento, os convidados devem levar um isopor com bebidas. "Vale tudo, viu gente, para gelar a cerveja na rua ou nas calçadas, o importante é gelar bastante todas as bebidas e se divertir muito nesse dia", diz o convite na internet, que ainda sugere: "Levem seus isoporzinhos, piscininhas, tendas, porta malas, caçambas dos carros, baldes, tambor, coolers, bags etc".

O evento está é tratado como um "levante da população contra os altos preços da cidade", mas um dos organizadores fez questão de deixar claro: "Não é ato político, nem manifestação, é só uma forma de beber com os amigos sem ter que vender um rim para pagar", brinca o VJ Guigga Tomaz, que organizou o primeiro encontro do grupo, na calçada da avenida Voluntários da Pátria, em Botafogo Rio de Janeiro.

Com as garrafinhas Long Neck entre R$ 10 ou R$ 15 reais no Rio de Janeiro, Guigga protestou e disse que divertiu e gastou R$ 25 a noite inteira no isoporzinho realizado na capital fluminense. "Se fosse em um bar, não sairia por menos de R$ 80", comparou.

Os organizadores ainda pedem que sejam levados sacos de lixo para evitar o rastro de sujeira que eventos como esses já deixaram no Eixão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade