UAI
Publicidade

Estado de Minas KIEV

Zelensky garante que Ucrânia ajudará Europa a resistir à 'pressão energética' russa


27/07/2022 18:18

A Ucrânia se prepara para aumentar suas exportações de eletricidade à União Europeia (UE), para ajudar o bloco a "resistir à pressão energética" russa, declarou o presidente Volodimir Zelensky, nesta quarta-feira (27).

"Vamos aumentar nossas exportações de energia para os consumidores da União Europeia", garantiu o presidente ucraniano durante seu discurso diário em vídeo.

Essas declarações acontecem um dia após os membros da UE firmarem um acordo para reduzir, de maneira coordenada, seu consumo de gás e ajudar a Alemanha, muito afetada pela redução nas entregas de gás russo.

Kiev e UE acusam Moscou de usar o gás como arma econômica e política.

"Apesar da guerra, conseguimos em tempo recorde a integração das redes ucranianas ao sistema europeu", afirmou Zelensky.

"Nossas exportações não apenas nos permitem aumentar nossos ganhos em divisas, mas também ajudam nossos aliados a resistir à pressão energética russa. Progressivamente, faremos da Ucrânia um país que garante a segurança energética da Europa", acrescentou.

O presidente ucraniano também citou a destruição parcial da ponta Antonivski, na região de Kherson (sul), ocupada pelos russos e que Kiev busca recuperar.

Segundo Zelensky, destruir essa ponte "quebrou os projetos" do inimigo, já que era fundamental para o abastecimento do exército russo.

"É claro que todas as pontes serão reconstruídas, mas por nós", explicou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade