UAI
Publicidade

Estado de Minas SANTO DOMINGO

MP dominicano quer aumentar pena de ex-ministro condenado em caso Odebrecht


25/01/2022 17:48

O Ministério Público da República Dominicana solicitou que a pena contra um ex-ministro condenado pelo caso Odebrecht seja aumentada para 10 anos, de acordo com documentos do processo revelados nesta terça-feira (25).

Víctor Díaz Rúa, ministro de Obras Públicas entre 2007 e 2012, foi sentenciado a cinco anos de prisão em outubro do ano passado por lavagem de dinheiro proveniente de enriquecimento ilícito.

Agora, o Ministério Público pede, segundo o recurso ao qual a AFP teve acesso, que "a pena imposta seja modificada, declarando o réu culpado do crime de suborno e, por consequência, seja condenado a uma pena de 10 anos".

Ademais, o MP solicitou a revisão da decisão favorável ao advogado Conrado Pittaluga, acusado de ser cúmplice de Díaz e absolvido junto com dois ex-senadores e um ex-diretor da companhia estatal de águas.

Além dos citados, o empresário Ángel Rondón foi condenado no caso Odebrecht a oito anos de prisão por distribuir propina a legisladores e funcionários públicos da República Dominicana enquanto atuava como representante comercial da construtora.

Considerado um dos maiores episódios de corrupção da história recente do país caribenho, o caso Odebrecht envolve pagamentos de mais de 92 milhões de dólares em propina para a concessão de obras públicas entre 2002 e 2012.

Em 2017, a construtora assinou um acordo com o MP dominicano no qual se comprometeu a pagar 184 milhões de dólares de indenização, além de entregar informações requisitadas pelas autoridades para identificar os envolvidos. Em troca, o MP concordou em não processar a companhia nem seus diretores.

Em outubro de 2020, o governo dominicano ordenou a suspensão de todos os contratos com a empresa, e também com outras companhias vinculadas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade