UAI
Publicidade

Estado de Minas ESTOCOLMO

Grupo sueco Northvolt abre primeira 'gigafábrica' de baterias europeia


29/12/2021 09:03

O grupo sueco de baterias elétricas Northvolt anunciou nesta quarta-feira (29) a entrada em operação de sua "gigafábrica" no norte do país, a primeira do tipo a ser implantada no continente por uma companhia europeia.

A fábrica localizada em Skelleftea montou sua primeira bateria na terça-feira (28), informou o grupo, que pretende competir com a gigante americana de carros elétricos Tesla e os produtores asiáticos de baterias de íon-lítio.

Quando atingir a capacidade máxima, a fábrica deverá produzir baterias suficientes para equipar um milhão de veículos elétricos anualmente, com capacidade anual de produção equivalente a 60 gigawatts-hora, segundo a empresa.

"Marcando um novo capítulo na história industrial europeia, a fábrica é a primeira a ter sido totalmente projetada, desenvolvida e montada por uma empresa de baterias com sede na Europa", explicou a Northvolt em um comunicado.

Após esses primeiros testes de produção, a produção comercial deve começar "no início de 2022", informou o diretor da fábrica, Fredrik Hedlund, à AFP.

Ele acrescentou que a instalação deve atingir a capacidade de produção para 300 mil veículos nos próximos dois anos.

A Tesla deve inaugurar sua primeira fábrica na Europa em breve e alguns produtores asiáticos operam na Polônia e na Hungria, mas nenhuma empresa europeia tinha uma instalação desse tamanho até agora.

O local, a apenas 200 quilômetros do Círculo Polar Ártico, foi escolhido por causa das grandes fontes de energia renovável disponíveis no norte da Suécia, principalmente hidroelétrica.

A energia consumida pela usina é 100% renovável, segundo Northvolt.

"Produzir células de bateria é um negócio que consome muita energia", enfatizou Hedlund, "e nosso objetivo é ter a célula de bateria mais ecológica do mundo".

"Cada quilowatt-hora de bateria requer cerca de 60 a 80 quilowatt-hora de energia para produzi-la, então onde você colocar sua planta é definitivamente o fator chave para uma bateria verde", enfatizou.

A Northvolt, uma das líderes europeias do setor, garantiu 30 bilhões de dólares (26,5 bilhões de euros) em encomendas de gigantes automotivas do continente como BMW, Volkswagen e Volvo.

As primeiras entregas comerciais aos clientes devem acontecer no início de 2022.

A empresa, fundada em 2016 por ex-funcionários da Tesla, tem entre seus acionistas a Volkswagen, Goldman Sachs, BMW e o fundador do Spotify, o milionário sueco Daniel Ek.

Além disso, a Northvolt foi beneficiada por empréstimos europeus, enquanto o continente tenta recuperar o atraso neste setor.

Em comparação com a China, que domina o mercado, a Europa produziu apenas 3% das baterias elétricas em todo o mundo em 2020, mas quer chegar a 25% antes do final da década.

VOLKSWAGEN

TESLA MOTORS

Spotify

VOLVO AB

GOLDMAN SACHS GROUP

BAYERISCHE MOTOREN WERKE AG


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade