UAI
Publicidade

Estado de Minas HAIA

OPAQ pede que Síria autorize visita de inspetores


04/10/2021 19:20

O Estados-membros do Conselho Executivo da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) instaram a Síria, nesta segunda-feira (4), a autorizar a visita de seus inspetores.

Os integrantes do conselho consideram que o governo sírio continua descumprindo suas obrigações sobre a verificação da eventual presença de armas químicas em lugares suscetíveis à sua produção e armazenamento.

A OPAQ fez este apelo depois que Damasco se recusou a conceder um visto para um integrante da equipe de inspetores que deve viajar ao país em outubro.

"É imperativo que a Síria conceda os vistos [...] sem obstrução ou demora", declarou a embaixadora do Reino Unido, Joanna Roper, após uma reunião do Conselho Executivo dos Estados-membros da OPAQ em Haia, cidade holandesa onde está sediada a organização.

"A equipe de inspetores não visitará Damasco se algum que seus integrantes não obtiver um visto", declarou o diretor-geral da OPAQ, o diplomata espanhol Fernando Arias.

Segundo o dirigente da organização, as declarações do governo sírio sobre seu arsenal químico remanescente "não podem ser consideradas precisas nem completas", porque há "lacunas, incoerências e contradições que ainda não foram esclarecidas".

O regime do presidente Bashar al Assad sempre negou o uso de armas químicas e afirma que entregou todo o seu arsenal, tal e como previa um acordo firmado em 2013, depois de um ataque supostamente executado com gás sarin, um agente neurotóxico, que matou 1.400 pessoas em Ghouta, nos subúrbios de Damasco.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade