Publicidade

Estado de Minas SINGAPURA

Associação de Nações do Sudeste Asiático nomeia enviado para Mianmar


04/08/2021 11:10

A Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) nomeou um enviado especial para Mianmar, nesta quarta-feira (4), após meses de bloqueio do processo diplomático para tentar resolver a crise política deflagrada pelo golpe de Estado da junta militar birmanesa.

Em uma declaração conjunta, os chanceleres dos dez países-membros desta organização para o Sudeste Asiático "celebraram" a nomeação do vice-ministro dos Relações Exteriores do Brunei, Erywan Yusof, como seu enviado especial.

Membro da ASEAN, Mianmar está mergulhada no caos político desde que a junta tomou o poder do governo de Aung San Suu Kyi, em fevereiro passado, acusado-o de fraude nas eleições legislativas de 2020.

Mais de 900 pessoas morreram na implacável repressão da junta contra todas as formas de protesto no país, de acordo com uma ONG local.

Em abril, a cúpula da ASEAN pediu o fim imediato da violência no país e antecipou que nomearia um enviado regional para Mianmar. O anúncio levou meses para ser confirmado.

O comunicado conjunto publicado nesta quarta-feira especifica que caberá ao enviado especial "restaurar a confiança" e que ele deverá ter "acesso total a todas as partes envolvidas", incluindo representantes da oposição.

Esta nomeação deve facilitar o envio de ajuda humanitária para Mianmar, por parte da ASEAN, para combater a grave situação causada pela pandemia da covid-19.

O líder da junta militar birmanesa, Min Aung Hlaing, prometeu levantar o estado de emergência e convocar eleições até agosto de 2023.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade