Publicidade

Estado de Minas MADRI

Setenta migrantes irregulares entram no enclave espanhol de Melilla vindos do Marrocos


21/05/2021 16:28

Setenta marroquinos conseguiram entrar, nesta sexta-feira (21), no enclave norte-africano espanhol de Melilla, pulando a cerca dupla que protege a fronteira com o Marrocos, anunciaram as autoridades espanholas.

Essas chegadas ocorrem dias depois de, na segunda e terça-feiras, mais de 8.000 migrantes, a imensa maioria marroquinos, terem chegado a nado ao outro enclave espanhol do norte da África, Ceuta.

O volume de chegadas a Ceuta foi sem precedentes e deveu-se à ineficácia das autoridades marroquinas. Mais de 6.000 migrantes foram devolvidos ao Marrocos.

Na madrugada desta sexta-feira, "30 pessoas acessaram a nossa cidade, todos eles homens maiores de idade e de origem marroquina", que conseguiram pular a cerca, informou a delegação do governo espanhol em Melilla.

À tarde, outras 40 pessoas, "todas elas do Magrebe", conseguiram entrar após forçarem uma cerca pelo rio de Ouro, entre Melilla e Marrocos, informou a mesma fonte.

Na terça-feira passada, outros 86 migrantes conseguiram pular a cerca dupla deste enclave. Durante a semana, houve outras tentativas similares.

Diante desta situação, as autoridades locais implementaram "uma vigilância mais reforçada", que incluirá "um envio das Forças Armadas para apoiar com caráter imediato" a polícia na fronteira, enquanto aguardam mais agentes da península, informou a delegação do governo.

A crise de Ceuta desencadeou uma crise diplomática entre Madri e Rabat, originada na decisão espanhola de prestar atendimento médico ao líder independentista do Saara Ocidental, um território que Marrocos considera como seu.

As fronteiras de Ceuta e Melilla com o Marrocos são as únicas passagens terrestres entre a União Europeia (UE) e a África, e um alvo frequente de entradas de migrantes irregulares.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade