Publicidade

Estado de Minas DRESDEN

Alemanha inicia julgamento de islâmico por assassinato homofóbico


12/04/2021 10:17

A Justiça alemã abriu nesta segunda-feira (12) o julgamento de um islâmico sírio suspeito de ter matado durante um ataque com faca uma pessoa por ser homossexual no início de outubro em Dresde (leste).

Abdullah A. H. H., de 21 anos, que já foi condenado no passado por tentar reunir apoios para a organização Estado Islâmico (EI), é acusado de "assassinato, tentativa de assassinato e lesões corporais perigosas".

Na leitura da acusação, pouco depois da abertura da audiência no tribunal regional superior de Dresde (Saxônia), o promotor Marco Mayer falou de um ato com "motivos vis" realizado de forma "insidiosa" contra homens que considerava "infiéis".

O advogado do acusado disse que seu cliente não faria declarações sobre o caso.

O acusado esfaqueou dois homens homossexuais, de 53 e 55 anos, no centro da capital de Saxônia na noite de 4 de outubro de 2020.

Uma das vítimas, um turista alemão de Colônia, morreu pouco depois devido às lesões, enquanto o segundo, que ficou gravemente ferido, sobreviveu.

Segundo a acusação, Abdullah A. H. H. agiu pelas suas "crenças islâmicas radicais" e seu ódio aos homossexuais.

Foi detido quase duas semanas depois do ataque e está em prisão preventiva desde então.

O caso gerou confusão porque o suspeito, com várias condenações por violência e que cumpriu penas de prisão, foi colocado em liberdade apenas alguns dias antes do ataque mortal.

A promotoria anti-terrorista da Alemanha também informou que o refugiado que chegou em 2015 foi condenado três anos depois por tentar conseguir apoio para "uma organização terrorista" do EI.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade