Publicidade

Estado de Minas BOGOTÁ

Encontrada em Bogotá uma vala comum com vários restos mortais


29/03/2021 22:18

Uma equipe forense descobriu em Bogotá uma vala comum com vários restos mortais humanos enquanto buscava os de uma mulher vítima de desaparecimento forçado em 1995, informou nesta segunda-feira (29) a Embaixada dos Estados Unidos, país que apoia a promotoria nessas operações.

Durante a exumação "26 restos foram descobertos", disse a representação diplomática no Twitter. No entanto, não especificou o local onde foi encontrada a cova em Bogotá, que também sofreu um longo conflito interno, embora menos intenso que nos campos colombianos.

Ao longo de seis décadas, grupos armados, tanto de extrema esquerda como de extrema direita, assim como agentes do Estado, cometeram violações de direitos humanos.

A promotoria também se absteve de fornecer detalhes sobre a descoberta. Apenas informou que "os restos mortais foram enviados ao laboratório de genética para um processo de identificação", de acordo com uma mensagem compartilhada com a imprensa.

Somente após o término dos exames será possível saber a quantas supostas vítimas correspondem os restos mortais.

Financiador da luta contra as drogas, os Estados Unidos apoiam de forma técnica a promotoria colombiana nas atividades de localização e identificação de desaparecidos.

"O objetivo da assistência técnica (...) é fortalecer a capacidade de identificar e localizar sepulturas clandestinas, processar os responsáveis, apurar as circunstâncias das mortes e conseguir uma resposta digna e verdadeira para os familiares sobreviventes", explicou a embaixada.

O conflito travado na Colômbia deixou cerca de 120 mil desaparecidos, segundo a Unidade de Busca de Pessoas Desaparecidas, uma organização estatal. Número quase quatro vezes superior ao das ditaduras da Argentina, Brasil e Chile no século XX.

Twitter


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade