Publicidade

Estado de Minas

Interrupção do serviço em nuvem da Amazon se deveu a aumento da capacidade


28/11/2020 19:49

A gigantesca interrupção que afetou na quarta-feira o serviço em nuvem da Amazon Web Services (AWS) nos Estados Unidos e, por extensão, uma grande quantidade de clientes corporativos, inclusive sites jornalísticos, se deveu a um aumento da capacidade de armazenamento, anunciou a Amazon neste sábado (28).

"O gatilho do incidente, que não é a causa principal, foi um aumento de capacidade relativamente pequeno", que durou uma hora na quinta-feira pela manhã, destacou a gigante tecnológica em um comunicado divulgado neste sábado.

A Amazon Web Services (AWS), subsidiária da Amazon, especializada em serviços na nuvem sob demanda para empresas e pessoas físicas, experimentou uma interrupção técnica na quarta.

A falha afetou várias empresas, algumas muito conhecidas e grandes, que usam os serviços da AWS para armazenar dados sem precisar gerenciar seus próprios servidores.

Segundo veículos de comunicação americanos, o metrô de Nova York teria sido afetado, assim como o serviço de televisão por streaming Roku.

O Wall Street Journal também informou ter sido afetado pelo problema, assim como o Washington Post (de propriedade do CEO da Amazon, Jeff Bezos), que também citou o caso dos aspiradores robóticos iRobot.

A Amazon Web Services (AWS), criada em 2006, domina o mercado de serviços de computação remota.

Empresas de pesquisas lhe atribuem o controle de 30% a 50% da cota do mercado global da nuvem pública.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade