Publicidade

Estado de Minas

Nova Jersey permitirá que médicos estrangeiros atuem temporariamente


postado em 17/04/2020 17:55

O estado de Nova Jersey, o segundo mais afetado pelo novo coronavírus nos Estados Unidos depois de Nova York, autorizará o trabalho temporário para médicos estrangeiros em seu território, anunciou nesta a sexta-feira (17) o governador Phil Murphy.

Nova Jersey é o primeiro estado do país a adotar essa medida.

O promotor de Nova Jersey "começará a emitir licenças de emergência temporárias para médicos titulares de diplomas estrangeiros", anunciou Murphy através do Twitter.

"Agora somos o PRIMEIRO estado a começar a utilizar totalmente a riqueza formidável de conhecimento e experiência internacionais para nos ajudar na linha de frente" da pandemia, acrescentou.

O governador não especificou quando médicos estrangeiros começarão a trabalhar neste estado de cerca de nove milhões de habitantes, vizinho ao de Nova York, que tem mais de 78.000 casos confirmados de coronavírus e mais de 3.800 mortes.

Vários imigrantes nos Estados Unidos graduados em medicina em seus países de origem não podem praticar a atividade porque não revalidaram seus diplomas e geralmente trabalham em outras áreas.

Muitos estados americanos afirmam não ter pessoal médico suficiente para cuidar de pacientes com a COVID-19 e pediram reforços.

O estado de Nova York recebeu ajuda de pessoal médico de outras partes do país, além de enfermeiros ou médicos aposentados que retornaram ao trabalho ou estudantes de medicina que se formaram alguns meses antes para praticar.

O New York Times reportou recentemente que médicos e enfermeiros estavam dispostos a ir a Nova York para ajudar, mas não puderam fazê-lo devido à falta de vistos, autorizações de trabalho ou restrições de viagem devido ao novo coronavírus.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade