Publicidade

Estado de Minas

Ataque jihadista mata 70 soldados na região nordeste da Nigéria


postado em 24/03/2020 08:43

Ao menos 70 soldados morreram quando seu comboio foi atacado na região nordeste da Nigéria, área onde atua o grupo extremista Estado Islâmico da África do Oeste (ISWAP, na sigla em inglês), informaram fontes militares nesta terça-feira.

"Tivemos muitas perdas", afirmou uma fonte, que pediu anonimato, à AFP.

"Ao menos 70 soldados morreram na emboscada executada na segunda-feira na região de Konduga, no estado de Borno", explicou a fonte.

"Os 'terroristas' tomaram como alvo um caminhão com foguetes e munição e atearam fogo ao veículo", declarou outra fonte militar, antes de acrescentar que até o momento foram recuperados 70 corpos, mas que o balanço final de vítimas "pode ser muito mais grave".

De acordo com as fontes, alguns militares foram levados como reféns.

O comboio militar seguia para campos jihadistas para executar uma operação, explicou à AFP um membro das milícias de civis que lutam ao lado do exército nigeriano.

Os membros da ISWAP multiplicam seus ataques, principalmente contra militares, cristãos, organismos públicos e funcionários de organismos humanitário.

O grupo jihadista é um tentáculo do Boko Haram, grupo que trava uma guerra contra as Forças Armadas nigerianas desde 2009 que já deixou 35.000 mortos e que também afeta Níger, Chade e Camarões, países vizinhos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade