Publicidade

Estado de Minas

Populistas deixam governo na Noruega após repatriação de mulher de extremista


postado em 20/01/2020 10:01

A direita populista anunciou sua saída do governo norueguês de coalizão, nesta segunda-feira (20), em protesto pela repatriação da Síria, na semana passada, da esposa de um "jihadista".

A saída do Partido do Progresso (Frp), uma sigla anti-imigração, priva o atual governo de direita de sua maioria no Parlamento, mas não levará, necessariamente, à queda desta coalizão liderada pelos conservadores da premiê Erna Solberg.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade