Publicidade

Estado de Minas

Tiroteio na Califórnia deixa um morto e três feridos; suspeito é detido


postado em 14/11/2019 16:43

Um tiroteio nesta quinta-feira deixou pelo menos um morto e três feridos em uma escola secundária ao norte de Los Angeles, informaram as autoridades, que têm um suspeito detido.

Várias patrulhas de polícia e ambulâncias foram enviadas para a escola secundária Saugus em Santa Clarita, 65 km ao norte de Los Angeles, após uma chamada de emergência.

Os estudantes foram evacuados caminhando em fila, em alguns casos com as mãos para o alto.

"Uma paciente do sexo feminino faleceu. Dois pacientes do sexo masculino (estão) em condição crítica. Um paciente (está) em boas condições", tuitou o hospital Henry Mayo Hospital em Valencia, sem dar mais detalhes.

O xerife do condado de Los Angeles, ao que pertence Santa Clarita, disse que o suspeito do ataque "está sob custódia e está sendo tratado em um hospital local".

O suposto atirador foi descrito como um homem asiático de 15 anos, segundo notícias da imprensa local.

A vítima fatal foi uma dos quatro feridos originais que chegaram ao hospital após o ataque.

O porta-voz da polícia Bob Boese disse ao canal local da NBC que seus funcionários "estavam fazendo uma busca sistemática no campus" para descartar que haja mais vítimas.

Por enquanto, as autoridades acreditam que havia somente um suspeito no local.

Os Estados Unidos foram cenário nos últimos anos de vários ataques a tiros em escolas que comoveram a opinião pública e impulsionaram o debate sobre a venda de armas de fogo.

Um porta-voz da Casa Branca disse que o presidente conservador Donald Trump, que se opõe aos controles, estava "monitorando" a situação.

- Preocupação constante -

Vários estabelecimentos nas redondezas foram fechados como medida de segurança, e os jovens foram levados a igrejas próximas.

Denzel Abesamis, um aluno da secundária, disse ao jornal Los Angeles Times que estava chegando ao campus quando viu seus colegas fugindo do local. Ele conseguiu falar com um amigo que estava escondido em uma sala com outros cinco estudantes.

"Sempre me preocupei que algo assim ocorresse", afirmou, garantindo que a escola foi fechada devido a uma ameaça alguns anos antes. "A Saugus enfatizou a importância de ser sempre cauteloso diante de qualquer coisa que possa acontecer como um atirador ativo".

Pelo menos três ambulâncias se encontravam no campus da escola, em frente a uma zona residencial, junto com dezenas de patrulhas.

Agentes antiexplosivos foram os primeiros a chegar ao local.

O Departamento do Xerife do Vale de Santa Clarita advertiu aos residentes que se mantivessem afastados do local.

A senadora da Califórnia Kamala Harris, candidata democrata para as eleições de 2020, disse que estava "arrasada e rezando por Santa Clarita".

"Nossas crianças e comunidades estão sendo aterrorizadas. Não podemos aceitar isso", tuitou.


Publicidade