Publicidade

Estado de Minas

Índia e China acertam cooperação contra 'radicalização' e 'terrorismo'


postado em 12/10/2019 00:01

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, e o presidente chinês, Xi Jinping, se comprometeram nesta sexta-feira a cooperar contra a "radicalização" e o "terrorismo", durante uma reunião informal em Mahabalipuram, no sudeste da Índia.

"Os dois líderes disseram que (...) a radicalização é uma fonte de preocupação para ambos e que seguirão trabalhando juntos para garantir que a radicalização e o terrorismo não afetem o tecido das nossas sociedades multiculturais, multiétnicas e multirreligiosas", revelou o chanceler indiano, Vijay Gokhale.

A agência de imprensa oficial chinesa Xinhua informou que Xi recebeu uma "cálida acolhida" de parte de Modi e que ambos concordaram que seus países "devem se respeitar e aprender um com o outro para atingir juntos o desenvolvimento e a prosperidade".

O encontro entre os dois líderes dos gigantes asiáticos na cidade costeira de Mahabalipuram deu continuidade à reunião bilateral realizada no ano passado, na China.

China e Índia se enfrentaram verbalmente nos últimos dias sobre a questão da Caxemira. Pequim apoia o Paquistão, que disputa esta região do Himalaya com a Índia há mais de 70 anos.

Pequim tem um grande projeto de infraestrutura na Caxemira paquistanesa, um território reivindicado por Nova Délhi.


Publicidade