Publicidade

Estado de Minas

Sete países latinos rejeitam ação de Maduro para desestabilizar Equador


postado em 08/10/2019 15:43

Sete países latino-americanos, entre eles Brasil, Argentina e Colômbia, rejeitaram nesta terça-feira (8) "toda ação" do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, e seus aliados para "desestabilizar" o Equador, que enfrenta fortes protestos em meio a altas nos preços do combustível, decretadas pelo presidente Lenín Moreno.

Os governos "rejeitam toda ação destinada a desestabilizar nossas democracias por parte do regime de Nicolás Maduro e dos que buscam estender os alinhamentos de sua nefasta obra de governo aos países democráticos da região", indicaram em um comunicado divulgado em Bogotá pela chancelaria colombiana.


Publicidade