Publicidade

Estado de Minas

Lego compra museu Madame Tussauds e roda gigante London Eye por R$ 28,5 bilhões

Grupo adquirido pela gigante dos brinquedos recebeu 67 milhões de visitantes em seus mais de 100 parques de diversões espalhados por 25 países


postado em 28/06/2019 06:25 / atualizado em 28/06/2019 08:36

Gigante dinamarquesa dos brinquedos Lego comprará grupo proprietário do Madame Tussauds e do London Eye(foto: Niklas Halle'n; Kena Betancur; Sarah Morris/AFP)
Gigante dinamarquesa dos brinquedos Lego comprará grupo proprietário do Madame Tussauds e do London Eye (foto: Niklas Halle'n; Kena Betancur; Sarah Morris/AFP)
O proprietário da gigante dinamarquesa dos brinquedos Lego comprará o grupo Merlin Entertainment, conhecido pelo museu de cera Madame Tussauds e pela grande roda gigante de Londres (London Eye), por 5,9 bilhões de libras (US$ 7,475 bilhões ou R$ 28,554 bilhões).


A fundação familiar Kirkbi, acionista majoritária da Lego, anunciou em um comunicado publicado na Bolsa de Londres que se associou ao grupo de investimentos americano Blackstone e ao fundo de pensões canadense CPPIB para a oferta de aquisição, que foi aceita pelo conselho de administração da Merlin.


O consórcio de investidores propõe 455 pence por cada ação da Merlin, uma valorização significativa para o título que fechou a 395 pence na quinta-feira na Bolsa de Londres.


"Após uma aproximação não desejada de um conjunto de investidores e depois de ter rejeitado várias propostas, o conselho de administração da Merlin considera que esta oferta representa uma oportunidade para os acionistas de rentabilizar seu investimento", afirmou John Sunderland, presidente do conselho de administração do grupo britânico.


O diretor geral da Kirkbi, Soren Thorup Sorensen, destacou que Lego e Merlin compartilham "a mesma visão de trabalho e de sua cultura".


A Kirkbi conhece bem a Merlin porque já possui quase 30% do capital do grupo britânico, que por sua vez é proprietário dos parques Legoland no Reino Unido.


A Merlin Entertainment, criada em 1999 e cotada na Bolsa de Londres desde 2013, teve um volume de negócios de 1,65 bilhão de libras em 2019 e recebeu 67 milhões de visitantes em seus mais de 100 parques de diversões espalhados por 25 países.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade