Publicidade

Estado de Minas

Menos de 25% dos corpos de migrantes mortos rumo à Espanha foram recuperados


postado em 25/06/2019 13:37

Menos de 25% dos mais de mil migrantes mortos atravessando o Mediterrâneo entre o norte da África e a Espanha desde 2018 foram recuperados - denunciou a ONG espanhola Caminando Fronteras, em um relatório divulgado nesta terça-feira (25).

Com base em informações obtidas dos próprios migrantes, ou de seus familiares, a ONG contabilizou 1.020 desaparecidos no mar, de janeiro de 2018 até o final de abril de 2019. Apenas 204 corpos foram encontrados, completou a Caminando Fronteras.

Estes números convergem com os da Organização Internacional para Migrações (OIM) das Nações Unidas, segundo a qual 952 migrantes morreram, ou desapareceram, nesta zona do Mediterrâneo desde o início de 2018.

De acordo com a ONG espanhola, no começo do ano passado, 12 embarcações com migrantes a bordo dadas como desaparecidas nunca foram encontradas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade